Site da Galp Energia considerado o melhor pelo 4º ano consecutivo

Site da Galp Energia considerado o melhor pelo 4º ano consecutivo

Categoria Ambiente, Energia

O site da Galp Energia (www.galpenergia.com) foi, pelo quarto ano consecutivo, considerado o melhor em Portugal pelo principal ranking mundial do setor, o Webranking by Comprend.

A Galp Energia obteve um total de 54,4 pontos em 100 possíveis, alavancando a sua posição em relação ao ano anterior (51,2 pontos). A média do Top 10 de Portugal foi de 34,1 pontos. A nível europeu, o site da Galp Energia foi considerado o 80º melhor num total de cerca de 500 sites avaliados. No setor de Oil & Gas ficou em 8º lugar, num total de 47 empresas, com 54,4 pontos. A média do Top 10 no setor foi de 61,9 pontos.

Foram identificados como pontos fortes, a informação sobre a identidade e atividades da empresa, os factos rápidos e os seus programas de Research & Development. A secção sobre Responsabilidade Social Corporativa é apontada como informativa e ocupa a segunda posição, comparativamente aos seus pares. As ferramentas de subscrição personalizada e o glossário de termos relacionados com a área de negócio é igualmente referida no relatório.

O Webranking by Comprend é líder na avaliação europeia de sites corporativos e é elaborado desde 1997, tendo incluído a partir de 2009, empresas nacionais. Trata-se do único ranking global baseado em critérios escolhidos pelos stakeholders, tendo por base as necessidades e exigências de informação do mercado de capitais. Os seus estudos são um benchmark de referência sobre a comunicação online.

No caso da Galp Energia, esta avaliação reflete “o compromisso permanente da empresa com o rigor e a transparência da informação prestada aos diversos stakeholders sobre as atividades da empresa”, salienta a Galp em comunicado.

A análise dos sites corporativos é baseada nos critérios e requisitos dos vários stakeholders: analistas, investidores, jornalistas de economia e candidatos a emprego avaliando a forma como os sites atingem as suas expetativas. O questionário escrutina cerca de 900 empresas de todo o mundo.