SMAS de Sintra reabilitam Reservatório da Amoreira e respetiva conduta distribuidora

SMAS de Sintra reabilitam Reservatório da Amoreira e respetiva conduta distribuidora

Categoria Águas, Ambiente

Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Sintra estão a reabilitar o Reservatório da Amoreira (São João das Lampas) e a remodelar a respetiva conduta distribuidora, num investimento de 300 mil euros. Iniciada em final de setembro, a empreitada tem um prazo de execução de 180 dias, informa a empresa em comunicado.

Segundo os SMAS de Sintra, a intervenção decorre das “diversas patologias” do Reservatório da Amoreira (constituído por duas células semi-enterradas, com capacidade de 175 m3 cada). A empreitada contempla a “impermeabilização interna das células” (cobertura, paredes e fundo), a “impermeabilização exterior da cobertura das células e câmara de manobras,” assim como a “intervenção ao nível do revestimento exterior das fachadas e dos revestimentos interiores da câmara de manobras e salas anexas”, refere o comunicado.

A obra implica, ainda, o “desvio da conduta de saída do reservatório”, atualmente “implantada em terrenos particulares, com a existente a ser colocada fora de serviço”. Segundo a empresa, as obras compreendem um prolongamento da rede existente, que permitirá a ligação das condutas na Rua Principal e na Rua da Lomba e possibilitará o abastecimento a Odrinhas, Alvarinhos, até ao Pobral. Será instalada uma conduta DN 200 mm em PEAD (Polietileno de Alta Densidade), numa extensão de cerca de 640 metros.

De acordo com os SMAS de Sintra, o “abastecimento alternativo” será efetuado através da “rede de abastecimento de Godigana”, com a “instalação temporária de uma válvula redutora de pressão”, no cruzamento da Rua da Pedra D’Oira com o caminho de acesso ao reservatório.