Smurfit Kappa doa 1,5 milhões de euros e material fabricado em cartão canelado para mitigar os efeitos do coronavírus

Smurfit Kappa doa 1,5 milhões de euros e material fabricado em cartão canelado para mitigar os efeitos do coronavírus

Categoria Advisor, Empresas

O Grupo Smurfit Kappa doou 1,5 milhões de euros para que as suas fábricas em todo o mundo possam proporcionar atendimento e apoio aos grupos mais vulneráveis e aos afetados pela Covid-19. Num comunicado, a empresa indica que o montante, na região de Espanha, Portugal, Marrocos, ascendeu a “125 mil euros que as suas divisões de Cartão canelado, Bag-in-Box e Papel estão a utilizar para proporcionar atendimento e apoio às comunidades onde estão presentes”, o que se tem materializado através de diversas ações de responsabilidade social.

Estas ações, no plano sanitário, refletiram-se nos donativos realizados pelas fábricas de Alcalá de Henares, Canovelles e Burgos a hospitais de Madrid, Granollers e Burgos, este último através da Federação de Empresários da província castelhano-leonesa, para comprar material de higiene, desinfeção e proteção. Por sua vez, as duas fábricas que a empresa tem em Portugal compraram diretamente material de proteção para doar ao pessoal de saúde (máscaras, luvas, batas…) nos centros hospitalares de Vila Nova de Gaia/Espinho, São João e Entre Douro e Vouga.

Dentro das ações que a Smurfit Kappa realizou no âmbito social, há que destacar os contributos destinados a proteger e ajudar os mais velhos, com doenças ou incapacidade. Entre estas estão as de Bag-In-Box IBI ao Asilo San Joaquín, as da fábrica de Huelva à Associação de Familiares de Doentes de Alzheimer, as de San Vicente del Raspeig à Cottolengo del Padre Alegre, e as da Smurfit Kappa Vigo ao SOS Tomiño-Baixo Miño. E sem esquecer a que Huelva proporcionou à Associação Bomberos Unidos Sin Fronteras para cantinas sociais ou a que Cordovilla atribuiu à Cruz Vermelha para a compra de recursos básicos de alimentação, higiene e medicamentos.

Embalagem e mobiliário contra o Covid-19

Além disso, e para complementar estes contributos económicos, todas as fábricas da empresa em Espanha, Portugal e Marrocos estão a doar constantemente soluções de cartão canelado para dar uma resposta imediata a situações geradas por esta crise sanitária. Entre estas encontram-se os separadores de ambientes, estantes para guardar roupa de cama ou baús para armazenar objetos pessoais dos doentes, ou de primeiros socorros, que as fábricas de Cordovilla e Alcalá de Henares produziram para hospitais.

A fábrica de Quart (Valencia) cedeu ao Hospital Clinic Universitari 1 000 estojos automontáveis de cartão canelado para o envio de testes Covid-19 aos doentes que se encontrem nos seus domicílios, os quais contam com uma inserção que imobiliza o teste durante o transporte. Além disso, Navarra, Canovelles e Córdoba fabricam com urgência as caixas necessárias para a distribuição de alimentação ou material sanitário. No caso de Córdoba, a fábrica colabora com a Delegação de Saúde da Junta de Andaluzia na região, colocando à sua disposição as caixas de cartão canelado (1 100 até agora) necessárias para a distribuição do material sanitário de que necessitam hospitais, lares, centros de saúde, etc. E, no caso de Madrid, já doaram 15 000 embalagens à Cruz Vermelha para a distribuição de alimentos.

Por sua vez, as fábricas de agricultura da empresa entregaram 3 000 divisórias de cartão canelado a clientes para que os seus colaboradores possam estar protegidos nas linhas de produção, onde não é possível manter os dois metros de distância entre pessoas. Neste momento, esta ajuda permite manter o abastecimento de frutas e legumes para a população.

Também a fábrica de Sangüesa doou óculos panorâmicos para a proteção do pessoal de saúde que trabalha no lar de idosos San Isidro, situado em Lumbier. Por sua vez, a fábrica de Nervión, em colaboração com a Cruz Vermelha, financiou um projeto de ajuda a 200 famílias do Duranguesado, em situação vulnerável e sem recursos, para fazer face à aquisição de alimentos e artigos de higiene de primeira necessidade durante a pandemia do Covid-19.

Por sua vez, a fábrica Bag-In-Box de Ibi entregou 800 pares de luvas ao Hospital de Elda e à polícia local de Ibi, à qual a fábrica também forneceu máscaras para a proteção dos agentes, o abastecimento de material a um hospital de Montaverner para o fabrico de centenas de batas para os profissionais de saúde, ou o donativo de 1 200 kg de tela de plástico para fabricar cerca de 60 000 placas protetoras para hospitais e outros serviços assistenciais.

Ignacio Sevillano, CEO da Divisão de Cartão Canelado da Smurfit Kappa Espanha, Portugal e Marrocos, garante que “estes tempos de incerteza requerem que tenhamos em conta, mais do que nunca, os nossos valores de Integridade e Solidariedade, pelo que devemos dar o melhor de nós próprios para ajudar a mitigar os efeitos devastadores que esta pandemia está a gerar. Estamos a fazê-lo através destas iniciativas que emanam do coração das nossas fábricas e às quais, todos os dias, há que somar muitas mais. Por isso, quero transmitir o meu agradecimento pelo compromisso e solidariedade que todos os trabalhadores da Smurfit Kappa estão a manifestar perante a situação extraordinária em que nos encontramos. Sem a sua ajuda não seria possível. Todos juntos, conseguiremos voltar à normalidade”.

Foto cedida pela Smurfit Kappa