Sonae Sierra assina declaração “Recovery Better”, para que Governos integrem ação climática na recuperação económica

Sonae Sierra assina declaração “Recovery Better”, para que Governos integrem ação climática na recuperação económica

Categoria Advisor, Empresas

Na semana em que se assinala o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Sonae Sierra anuncia que é uma das 155 empresas multinacionais que assinaram a declaração “Recovery Better”, promovida pela iniciativa Science Based Targets, pelo Global Compact das Nações Unidas e pela We Mean Business Coalition, que pretende instar os Governos de todo o mundo a integrar a ação climática nos seus planos de recuperação económica pós-pandemia de Covid-19.

Com o objetivo de alcançar um futuro melhor, mais sustentável e respeitador das pessoas e do meio ambiente, a declaração convida empresas e governos a trabalharem juntos para realizar as seguintes ações:

  • Demonstrar que as melhores decisões e ações são baseadas na ciência;
  • Investir na recuperação e resiliência para uma transformação socioeconómica sistémica;
  • Trabalhar com os governos e ampliar o movimento.

Com esta declaração, as empresas reafirmam que suas próprias decisões e ações permanecem fundamentadas na ciência, ao passo que exortam os governos a adotar políticas e metas de sustentabilidade, com a finalidade de reduzir a vulnerabilidade a futuros desastres ambientais e situações como a que estamos a viver, criar empregos de qualidade e reduzir as emissões.

Segundo a Science Based Targets, “com o coronavírus, estamos a enfrentar uma pandemia global devastadora para as pessoas e para o seu sustento, uma vez que interrompe as cadeias de abastecimento, intensifica as desigualdades e reverte o progresso dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”. Para a organização, ao mesmo tempo, “continuamos a enfrentar uma emergência climática global com impacto irreversível nas pessoas e nos sistemas naturais”.

Fernando Guedes de Oliveira, CEO da Sonae Sierra, destaca: “O confinamento a que fomos sujeitos no âmbito do combate da propagação da Covid-19 deverá diminuir drasticamente o crescimento global, exigindo esforços significativos e concertados de todos para a recuperação económica. Vivemos num contexto que desafia o nosso propósito e ambição de contribuir para solucionar os problemas ambientais e sociais mais relevantes da atualidade. Na Sonae Sierra, esses desafios são abordados há mais de 20 anos, com resultados significativos e mensuráveis.”

“Não há dúvida de que os nossos negócios foram afetados por estes momentos críticos, mas está claro para nós que o nosso compromisso de longo prazo com a sustentabilidade está mais forte do que nunca. Para garantirmos um futuro comum, temos de manter as metas ambiciosas. A ação climática deve estar no centro dos planos de recuperação de todos para garantir que estamos a reconstruir uma economia de carbono zero, inclusiva e resiliente”, acrescenta.

Compromisso sustentável da Sonae Sierra

A Sonae Sierra continua a trabalhar para cumprir o seu compromisso de limitar o aquecimento global a 1,5°C, estabelecido no Acordo de Paris. Além disso, a Empresa prossegue com o seu plano ambicioso para alcançar a neutralidade de carbono, assegurando que os seus objetivos de redução de emissões sejam baseados cientificamente e verificados externamente.

O plano inclui ações para 2020 e anos seguintes, nomeadamente: a aplicação de medidas para mitigar os riscos das mudanças climáticas, aumentar a resiliência dos ativos, persistir na melhoria da eficiência energética e, ao mesmo tempo, descarbonizar a matriz de consumo, avaliar objetivos alcançados e comunicá-los de forma transparente.

Os objetivos estabelecidos para 2025 são:

  • Reduzir das emissões de âmbito 1 e 2 de GEE para 16,78 kg CO2e/ m2 de ABL até 2025;
  • Aumentar a eficiência elétrica para 311 kWh / m2 dos ativos operacionais até 2025;
  • Garantir a aplicação de uma estratégia de adaptação às mudanças climáticas;
  • Garantir o fornecimento de energia, reduzindo a dependência de serviços públicos e aplicando tecnologias de energia renovável em ativos próprios.