SunEnergy vai reduzir fatura energética da Italbox em cerca de 16 mil euros anuais

SunEnergy vai reduzir fatura energética da Italbox em cerca de 16 mil euros anuais

Categoria Advisor, Empresas

A SunEnergy, especialista em soluções de produção de energia elétrica a partir do sol, assinou recentemente, em Águeda, um contrato para instalação de uma unidade de autoconsumo fotovoltaico (UPAC) no novo edifício da empresa portuguesa Italbox empresa de referência na conceção e fabrico de cabines de duche, resguardos de banheira e mobiliário personalizado e exclusivo.

A SunEnergy refere em comunicado que a assinatura do acordo vai permitir a “redução da fatura energética da Italbox em cerca de 16 mil euros anuais”, bem como um “impacto significativo ao nível ambiental, com a redução da emissão de 95 toneladas de CO2 por ano”. A instalação dos 400 painéis solares fotovoltaicos de 325W vai permitir “reduzir a emissão de CO2 em 2.375 toneladas ao fim de 25 anos”.

Para Miguel São Bento, sócio-gerente da IItalbox, “temos vindo a investir no aumento da nossa capacidade de resposta para fazer face aos novos desafios e à nossa estratégia de crescimento. Recentemente foi aprovada uma candidatura que apresentámos ao Portugal 2020, projeto no âmbito do qual estamos a fazer este investimento nos
painéis solares para autoconsumo e na eficiência energética. Queremos crescer de forma sustentável, não só poupando na fatura energética, mas também reduzindo a nossa pegada ambiental”.

Já Rui Oliveira da SunEnergy refere que “as empresas portuguesas estão cada vez mais atentas e despertas para o tema da redução de emissões de CO2 e as soluções que oferecemos permitem não só atingir esse objetivo, como poupar todos os meses na fatura energética. Os sistemas de autoconsumo permitem obter poupanças significativas uma vez que este modelo de produção descentralizada de energia tem a vantagem de produzir energia quando ela é mais cara, precisamente durante o dia, quando existe luz solar. Este tipo de investimentos tem rentabilidades superiores a 25% ao ano, o que equivale a um retorno de investimento a partir do quarto ano”.

Foto cedida pela SunEnergy