Surfrider Foundation Europe dá voz aos oceanos e leva petição ao Parlamento Europeu

Surfrider Foundation Europe dá voz aos oceanos e leva petição ao Parlamento Europeu

A Surfrider Foundation Europe, organização mundial sem fins lucrativos dedicada à proteção e valorização de lagos, rios, oceanos, ondas e do litoral, está a dinamizar a sua campanha europeia “Voice for the Ocean” em Portugal até ao dia 14 de dezembro. A ONG está a levar a cabo uma tour por cinco países europeus com destaque para o Porto, cidade escolhida para encerrar a primeira fase da campanha já no próximo mês.

A Surfrider Foundation Europe nasce em 1990 pelas mãos de um grupo de surfistas locais para proteger e valorizar rios, lagos, oceanos, as ondas e todo o litoral de forma mais sustentável. Hoje, com mais de 12 mil membros na Europa, está representada em nove países através dos seus capítulos de voluntários e reúne pessoas de todas as esferas da vida, com uma paixão comum pelo oceano e dedicação para cuidar do litoral.

Em junho lançaram um estudo de opinião pública com questões relacionadas com o oceano identificadas como prioritárias para a agenda política dos futuros deputados europeus que serão eleitos nas próximas eleições parlamentares de 2019. Como resultado, espera-se que a maioria dos candidatos políticos tenham estes resultados em consideração e integrem ações no seu programa de campanha.

A campanha divide-se em duas fases: até o final de 2018, a fundação está a apelar aos cidadãos europeus e aos players da sociedade civil comprometidos com a proteção dos oceanos para que participem numa ampla consulta digital em torno de oito questões relacionadas com o oceano – é neste período que o tour europeu que termina no Porto acontece. Numa segunda fase, a partir de janeiro de 2019, compromete-se a apresentar publicamente os resultados do questionário e a comunicar as diferentes prioridades mencionadas pelos cidadãos aos candidatos eleitorais europeus.

“Sabemos que este ano e o próximo serão anos particularmente cruciais para os mares da Europa, uma vez que se esperam que as várias mudanças ao nível das políticas da UE e a nível internacional, com a eleição e nomeação do novo Parlamento Europeu”, comenta Antidia Citores, chefe do Departamento de Lobbies e Campanhas da Surfrider Foundation Europe.

“Por toda a Europa, os nossos voluntários estão envolvidos de várias formas, organizando eventos de sensibilização nas escolas, participando em reuniões e eventos locais ou denunciando a poluição e apelando contra a proliferação da construção na orla costeira”, acrescenta a responsável.

Responder ao questionário online requer apenas cerca de dez minutos. Os resultados serão processados ​​por profissionais, de modo a identificar as principais prioridades apontadas pelos cidadãos, de forma a identificar as medidas que receberam o maior apoio dos cidadãos. Estes resultados, analisados ​​na íntegra, servirão de base para a argumentação apresentada pela Surfrider Foundation Europe aos candidatos europeus.

A plataforma de consulta encerra no dia 14 de dezembro – já o site permanecerá online até o final da campanha, em maio de 2019 bem como uma apresentação da consulta. Os dados transmitidos serão mantidos em sigilo pela Surfrider, não sendo em nenhuma circunstância transmitidos a terceiros.

Surfrider Foundation Europe

A Surfrider Foundation Europe é uma organização ambiental sem fins lucrativos, criada em 1990 em França (Biarritz). Durante a sua existência, adquiriu experiência nas áreas de investigação e ação local, bem como na criação e distribuição de ferramentas educativas. Hoje tornou-se numa rede de 700 voluntários, 10.500 membros e 120.000 apoiantes em aproximadamente quarenta capítulos locais, que estão ativos em nove países europeus. Saiba mais em: www.surfrider.eu.