Teerão abre portas a base militar polémica e caminha para o fim das sanções

Teerão abre portas a base militar polémica e caminha para o fim das sanções

Categoria Ambiente, Energia

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Yukyia Amano, confirmou, ontem, que houve progressos significativos “na investigação para determinar as dimensões bélicas do programa nuclear Irão, dizendo que os inspetores da agência da ONU para o nuclear já receberam as primeiras amostras da central de Parchin, como previa o acordo alcançado pelo P5+1 e o regime dos aiatolas em julho”. Apesar do tom positivo, Amano pediu cautela e referiu que “há muito trabalho” pela frente para completar a investigação em dezembro, indica o Diário de Notícias.

A AIEA recebeu, no domingo, as primeiras amostras ambientais recolhidas no polémico complexo militar Parchin, há vários anos vedado a inspetores estrangeiros e local onde se suspeita que o Governo iraniano possa ter realizado testes a explosivos nucleares.