Torre Europa: o edifício de escritórios mais inteligente de Madrid

Torre Europa: o edifício de escritórios mais inteligente de Madrid

Categoria Ambiente, Energia

torre-europa-2A Philips Lighting transformou o arranha-céus Torre Europa, situado em Madrid, num escritório inteligente. Tornou-se no primeiro edifício em Espanha com um sistema de iluminação inteligente e mais eficiente – o Power-over-Ethernet -, que permite a personalização através de smartphones, segundo comunicado da empresa.

Com 121 metros de altura, a Torre Europa é um dos edifícios mais altos da cidade, que conta com uma localização privilegiada para acolher empresas. Foi inaugurado em 1985, pelo que foi necessária uma “vasta renovação”, tendo sido equipado com 5400 luminárias da Philips.

O sistema de iluminação da marca permite criar ambientes de trabalho que podem antecipar e responder às necessidades específicas dos utilizadores. Para maior comodidade e produtividade, os funcionários dos escritórios podem personalizar e ajustar os níveis de iluminação e outros serviços, como o ar condicionado, através de uma aplicação para smartphone.

“A conetividade está a transformar a forma como as pessoas interagem com a informação e entre si”, afirmou Josep Martínez, presidente e diretor-geral da Philips Lighting em Espanha e Portugal. “A iluminação está em toda a parte e é central na Internet das Coisas. A iluminação de escritório rica em sensores, alimentada e integrada na rede do edifício, poupa energia e permite atingir novos níveis de produtividade e formas de trabalho mais inteligentes e flexíveis”, fomentou.

O novo sistema de iluminação utiliza o Power-over-Ethernet (PoE) para ligar as luminárias à rede informática do edifício. O sistema recolhe, armazena, partilha e distribui dados anónimos obtidos através de sensores integrados nas luzes. É possível utilizar informações como a ocupação das divisões ou a temperatura para ajustar os níveis de iluminação, o aquecimento ou ar condicionado ou para otimizar a utilização do espaço do escritório, assim como a programação de serviços de limpeza ou manutenção.

A utilização eficiente da iluminação LED ligada aos sensores assegura que as luzes se apagam quando as pessoas saem de uma sala. Simultaneamente, ao combinar com dados precisos e em tempo real do edifício Torre Europa, a utilização da energia destinada à iluminação pode ser reduzida até 70%, o que representa uma redução anual de 15 toneladas de dióxido de carbono, por piso.

A “adoção do sistema de iluminação ligado da Philips sublinha o compromisso da Infinorsa com a inovação e é um passo firme para um ambiente de trabalho sustentável, colocando a Torre Europa na vanguarda dos escritórios do futuro”, afirmou Fernando Ferrero, diretor de operações do grupo Infinorsa. “A conectividade do sistema é um facilitador da Internet das Coisas, o que permite novas formas de integração, colaboração, inovação e socialização entre os funcionários, ao mesmo tempo que aumenta o valor dessa propriedade no futuro”, acrescentou.