União Europeia lança aliança global sobre economia circular e eficiência de recursos

União Europeia lança aliança global sobre economia circular e eficiência de recursos

Esta segunda-feira, à margem da quinta Assembleia Ambiental da ONU (Organização das Nações Unidas), a União Europeia (UE), em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e em coordenação com a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial, lançou a Aliança Global sobre Economia Circular e Eficiência de Recursos (GACERE).

Segundo o boletim informativo da Comissão Europeia, a aliança é um dos resultados do Plano de Ação da Economia Circular da União Europeia, adotado pela Comissão em março de 2020, no âmbito do Pacto Ecológico Europeu.

Reunindo governos e redes e organizações relevantes, a GACERE visa dar um “impulso global” às iniciativas relacionadas com a “transição para a economia circular”, a “eficiência na utilização dos recursos” e o “consumo e produção sustentáveis”. Até agora, aderiram à Aliança a UE e mais 11 países.

Na quinta Assembleia das Nações Unidas para o Ambiente, que se realiza nos dias 22 e 23 de fevereiro, assiste-se igualmente ao lançamento de um relatório de síntese intitulado “Fazer as Pazes com a Natureza”, que reúne os resultados de uma série de avaliações científicas globais que analisam conjuntamente as crises do clima, da biodiversidade e da poluição, lê-se no mesmo boletim.

O relatório que se destina a apoiar a reflexão sobre as realizações e os fracassos das políticas ambientais dos últimos 50 anos, dá nota que o mundo pode transformar a sua relação com a natureza e combater em conjunto as crises climáticas, naturais e de poluição, a fim de garantir um futuro sustentável e prevenir futuras pandemias.

De acordo com o comissário para o Meio Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevičius ,”A transição para uma economia eficiente em termos de recursos, limpa e circular é cada vez mais reconhecida como uma obrigação para enfrentar as crises ecológicas que o mundo enfrenta. A economia circular oferece oportunidades para estimular a inovação e tornar a transição mais justa, criando empregos verdes e reduzindo os impactos ambientais”. Com o lançamento da Aliança Global sobre Economia Circular e Eficiência de Recursos, a UE “mostra o seu compromisso de trabalhar nessas questões a nível global”, acrescenta.

“A circularidade, o consumo e a produção sustentável são essenciais para cumprir todos os acordos multilaterais, desde os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ao Acordo de Paris e ao quadro de biodiversidade global pós-2020, com o qual devemos assinar em breve”, disse Inger Andersen, diretor executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, acrescentando que “são essenciais para uma recuperação sustentável da pandemia”.