União Europeia reforça parceria na área de energia com cinco países africanos

Categoria Ambiente, Energia

O Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, vai assinar hoje uma declaração, em Nova Iorque, no âmbito da Cimeira das Alterações Climáticas das Nações Unidas, que visa reforçar a cooperação no sector energético entre a União Europeia e cinco países africanos: Cabo Verde, Côte d’Ivoire, Libéria, Togo e Ruanda, de forma a promover o acesso a fontes de energia renovável em áreas urbanas e rurais para dar resposta às grandes necessidades energéticas destes países. Este acordo prevê também, além de projectos na área das energias renováveis, a colaboração com o sector privado, com vista a melhorar as condições de investimento e financiamento e, por conseguinte, aumentar o acesso à energia renovável ou até mesmo a produção de electricidade sustentável, viável e eficiente em termos de custos.   Para que este objectivo seja atingido, a União Europeia irá dispensar mais de 3.3 biliões de euros entre 2014 e 2020, a nível mundial, em projectos de energia sustentável. Cerca de dois biliões serão para os países africanos.   “A energia sustentável é essencial para promover o crescimento e o desenvolvimento. Há dois anos, na cimeira EU Sustainable Energy for All, em Bruxelas, propus esta meta ambiciosa, de ajudar os países em desenvolvimento a permitir o acesso a serviços de energia sustentável a 500 milhões de pessoas até 2030. E estou feliz por juntarmos forças com os países europeus e africanos que decidiram liderar esta luta contra a escassez de energia”, referiu o presidente, antecipando a assinatura do acordo.”