Valorsul aumenta em 6% recolha seletiva de embalagens

Valorsul aumenta em 6% recolha seletiva de embalagens

Categoria Ambiente, Resíduos

A recolha seletiva de embalagens assistiu, em 2017, a um aumento de 6% na área da Valorsul. A tendência positiva foi registada em todos os materiais e em todos os municípios, refere a entidadem em comunicado.

A Valorsul voltou a cumprir este ano a meta estabelecida de envio de embalagens para reciclar, alcançando, em 2017, os promissores 45 kg por habitante por ano. O grande objetivo é chegar a 2020 com este indicador nos 49 kg/habitante.

Atualmente a Valorsul envia para reutilização e reciclagem 28% dos seus resíduos municipais (incluindo a valorização orgânica). Reduzir a colocação de resíduos biodegradáveis em aterro também é um objetivo nacional e a Valorsul manteve a deposição inferior à meta.

A Valorsul é responsável pelo tratamento e valorização de resíduos urbanos de 19 municípios da zona de Lisboa e região Oeste: Alcobaça, Alenquer, Amadora, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lisboa, Loures, Lourinhã, Nazaré, Óbidos, Odivelas, Peniche, Rio Maior, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras, Vila Franca de Xira. A Valorsul valoriza 20% de todo o lixo doméstico produzido em Portugal, servindo 1,6 milhões de habitantes, e produz e exporta para a rede elétrica 2% dos consumos domésticos nacionais.