Verão bate recorde de temperaturas

Verão bate recorde de temperaturas

O verão de 2016 foi o segundo mais quente em Portugal desde 1931, registando temperaturas nos meses de julho e agosto, com médias de 32,2 graus, noticia hoje o Correio da Manhã.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), desde 1931 que seis dos dez verões mais quentes ocorreram depois do ano 2000, sendo que o que atingiu valores mais elevados foi o de 2005.

Ambos os meses igualaram o valor mais alto da temperatura máxima (média mensal) de agosto de 2003, com 32 graus. Foi o quinto mês mais quente, sendo apenas superado nos anos 2003, 1949, 2010 e 2005. Já a nível global, de acordo com dados da NASA, foi o mês mais quente desde há 136 anos.

Para os próximos dias as previsões apontam para mais calor: “na sexta-feira e sábado vamos ter uma subida de temperatura. As máximas mais elevadas serão na região de Lisboa e Vale do Tejo e interior do Alentejo, com máximas a rondar os 30, 33 graus”, explicou o metereologista do IPMA, Bruno Café, ao Correio da Manhã. No entanto, prevê-e que voltem a descer na terça-feira.