Vila Boa do Bispo dá as boas vindas à primeira Comunidade de Energia Renovável

Vila Boa do Bispo dá as boas vindas à primeira Comunidade de Energia Renovável

A Coopérnico, cooperativa portuguesa de energias renováveis, em conjunto com a Junta de Freguesia de Vila Boa do Bispo, criou a primeira comunidade de energia renovável local. O objetivo é “promover e implementar a utilização de energia renovável neste território e servir de exemplo a outras autarquias”, explica a entidade.

Com um investimento inicial total de 32 mil euros euros, a Comunidade de Energia Renovável (CER) de Vila Boa do Bispo vai conseguir poupar anualmente na fatura de eletricidade cerca de 5.500 euros, sendo que o Pavilhão Gimnodesportivo, poupa 900 euros; os Bombeiros de Vila Boa do Bispo, 1.500 euros, a Casa do Povo 2.250 euros, e a sede da Junta de Freguesia, 850 euros.

A CER assumirá a forma de Cooperativa de Interesse Público, uma figura jurídica que é agora usada, pela primeira vez, na constituição de uma CER. “Esta figura permite que a Junta de Freguesia de Vila Boa do Bispo possa prestar apoio administrativo à CER, ao mesmo tempo que permite que públicos e privados cooperem, em nome do interesse público e da democracia energética, na gestão de um bem comum – a energia”, refere a Coopérnico, acrescentando que a cooperativa de interesse público, que serve aqui de figura base à CER, permite ainda que entidades privadas (coletivas ou particulares) se agreguem a entidades públicas, para juntas gerirem a energia de forma democrática e sem se focarem na exclusiva obtenção de lucros.

“Este é um passo fundamental no caminho que queremos dar para a transição energética ao nível local, envolvendo os cidadãos e empresas locais, ao mesmo tempo que vamos baixar os custos de energia para cada um dos membros da Comunidade de Energia Renovável. Depois deste primeiro projeto queremos alargar às empresas e demais cidadãos da freguesia, para os apoiarmos a reduzir os seus custos com a energia e tornar a sua atividade económica e os seus quotidianos mais sustentáveis”, declara Miguel Carneiro, presidente da Junta de Freguesia de Vila do Bispo.

O primeiro projeto de instalação de energia renovável fotovoltaica da nova CER vai ser nas coberturas da Sede da Junta de Freguesia de Vila Boa do Bispo e do antigo Jardim de Infância do Lamoso, servindo estas instalações e também o Pavilhão Municipal de Vila Boa do Bispo, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marco Canaveses e a Casa do Povo de Vila Boa do Bispo, que são igualmente os primeiros cooperantes da nova Cooperativa de Energia Renovável.

A Coopérnico assegura que está empenhada no surgimento de outras comunidades de energias renováveis fazendo parcerias para partilha de conhecimento técnico e da sua experiência. “Esperamos que esta CER sirva de exemplo e inspiração a outras freguesias, municípios e organizações que estejam comprometidas com uma transição energética democrática e que possa, acima de tudo, servir de modelo e referência para ser reproduzida noutros locais. Só através de iniciativas coletivas e baseadas na cooperação, podemos fazer com que cada bairro, cada freguesia, cada município e cidade venha a ter, nos próximos anos, uma CER a funcionar”, afirma Ana Rita Antunes, coordenadora executiva da Coopérnico.

A criação desta Comunidade de Energia Renovável foi aprovada em Assembleia de Freguesia a 20 de junho de 2022, passando para a fase de consulta pública, que terminou ontem.