Viseu vai premiar quem mais recicla através de projeto-piloto

Viseu vai premiar quem mais recicla através de projeto-piloto

Categoria Ambiente, Resíduos

Arrancou esta sexta-feira, 8 de outubro, na freguesia de Abraveses, no Bairro de Santo Estêvão, o projeto-piloto RAYT (Receive-As-You-Throw) junto de 600 alojamentos familiares. Esta iniciativa visa premiar quem faz a separação dos resíduos recicláveis, aumentar a consciência ambiental e tornar o concelho de Viseu mais sustentável, lê-se num comunicado.

De acordo com o município, através de uma tecnologia inovadora em funcionamento nas três ilhas ecológicas do bairro, que controla o acesso às mesmas, os moradores da área residencial do bairro vão utilizar um cartão de acesso, pessoal e intransmissível, para conseguirem desbloqueá-las e fazerem a respetiva separação de resíduos.

A entrega do cartão será feita, durante os próximos dias, a cada habitação, através de uma deslocação porta-a-porta dos serviços municipais para a entrega de um formulário de adesão, com o respetivo cartão associado à família e com a entrega de um “ecobag”. Além disso, está assegurada esta entrega também aos clientes não-domésticos (setor do comércio), refere a mesma nota.

A implementação do sistema RAYT tem por base o mote de que quanto mais o cidadão separar os seus resíduos, mais ganha. Neste caso, quantos mais resíduos recicláveis as famílias colocarem no contentor certo, mais vão ajudar o bairro a conquistar um prémio. “Trata-se assim de um projeto inovador, mais justo e equitativo, que vem beneficiar quem mais recicla”, afirma a autarquia.

O projeto foi apresentado pela presidente da Câmara Municipal de Viseu, Conceição Azevedo, com a ajuda de duas turmas do 4º ano da Escola Básica Rolando de Oliveira, que alertaram para a urgência de adotar comportamentos ambientalmente sustentáveis: “As crianças são as primeiras em casa a educar os pais e a apontar atitudes menos corretas. São o futuro da nossa comunidade pelo que fizemos questão de as envolver no lançamento deste projeto inovador e amigo do ambiente”, afirma a autarca.

São objetivos da iniciativa sensibilizar para a importância crescente de incrementar uma consciência ambiental coletiva e envolver todos os viseenses na melhoria do processo de reciclagem. Esta iniciativa pioneira permitirá, de acordo com o município, reduzir a quantidade de resíduos depositados em aterro e, no futuro, reduzir a tarifa de resíduos requerida aos munícipes. No futuro, pretende-se que o projeto se estenda a outros bairros do concelho, de forma a abranger 420 contentores de recolha e 27 mil viseenses.

No ano passado, a recolha seletiva em Viseu aumentou em 70%. Em 2020, foram produzidas 42.807 toneladas de resíduos urbanos e separadas 4.423 toneladas de resíduos trifluxo (papel, cartão, plástico, metal e vidro) para reciclagem. Após um investimento no alargamento da rede de ecopontos, que passou de 349 para 755, e dos meios de recolha, a Câmara Municipal de Viseu e a Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão avançam agora com a implementação deste projeto.

Esta é uma ação que se insere no projeto desenvolvido pela Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão e é cofinanciado pelo POSEUR, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo de Coesão.