Viveiros do ICNF têm mais de 145 mil plantas autóctones para 2018/19

Viveiros do ICNF têm mais de 145 mil plantas autóctones para 2018/19

Categoria Ambiente, Florestas

A Bolsa Nacional de Espécies Florestais Autóctones tem mais de 145 mil plantas de 45 espécies disponíveis e recebe a partir de hoje candidaturas de entidades responsáveis pela gestão de terrenos públicos ou baldios que queiram semear, dá conta a Lusa.

As manifestações de interesse podem ser apresentadas até 28 de setembro e são realizadas no âmbito do projeto Floresta Comum, uma parceria entre a associação de defesa do ambiente Quercus, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), com os seus quatro viveiros, a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Nas oito edições já realizadas, o Projeto Floresta Comum, que tem como objetivo incentivar a criação de uma floresta com espécies características de Portugal, disponibilizou 858.862 plantas de 60 espécies autóctones, como carvalhos, medronheiros, azinheiras ou sobreiros, que foram plantadas em terrenos públicos e comunitários (baldios).

Em 2017, foram solicitadas cerca de 325 mil plantas, em 102 candidaturas e distribuídas 186.124, plantadas entre novembro e março de 2018, segundo os dados divulgados pela Floresta Comum.