Voluntários recolheram mais de 29 toneladas de lixo marinho no âmbito do Dia Internacional de Limpeza Costeira

Voluntários recolheram mais de 29 toneladas de lixo marinho no âmbito do Dia Internacional de Limpeza Costeira

Os números finais das ações de limpeza realizadas, entre 19 e 27 de setembro, para assinalar o Dia Internacional de Limpeza Costeira, resultaram na recolha de mais de 29 toneladas de lixo marinho ao longo da orla costeira, margens de rios e fundo marinho de Portugal Continental, Açores e Madeira, anuncia a Fundação Oceano Azul em comunicado.

Respondendo ao apelo desta Fundação, mais de 170 organizações juntaram-se às comemorações da efeméride, tendo realizado 166 ações, terrestres e subaquáticas, de limpeza de lixo marinho. Esta iniciativa juntou, pela primeira vez, centros e escolas de mergulho de todo o país, contando com a participação de cerca de 400 mergulhadores, num desafio lançado em parceria com o projeto “Quando +1 é = a -1”.

Flávia Silva, da Fundação Oceano Azul, considera que “o sucesso desta iniciativa deve-se a todos os que participam diretamente nestas ações, sejam as organizações e os movimentos responsáveis pela organização das ações de limpeza, sejam os voluntários que se juntam nas praias, nos rios ou nos mergulhos.  É o envolvimento de todos que permite alcançar estes resultados. Cada vez mais, assistimos, no nosso país, a um crescente empenho e dedicação das organizações, que sensibilizam e mobilizam a sociedade civil para estas questões, não só nestas datas, como ao longo de todo o ano, e isso conduz a resultados mais efetivos na defesa da sustentabilidade do oceano”.

A Fundação Oceano Azul congratula-se assim com a adesão de tantas organizações e voluntários a esta iniciativa, dando sinais claros da crescente mobilização da sociedade no combate a uma das maiores ameaças ao oceano: o lixo marinho.

Os números finais:

  • + de 170 organizações, das quais cerca de 30 dedicadas ao mergulho;
  • 166 ações de limpeza realizadas – 131 ações terrestres e 35 ações subaquáticas;
  • 600 voluntários, dos quais 400 mergulhadores amadores;
  • 187 km limpos, ao longo de 400 horas;
  • 29 toneladas de lixo marinho recolhido.