ZERO pede Avaliação Ambiental Estratégica para o novo aeroporto do Montijo

ZERO pede Avaliação Ambiental Estratégica para o novo aeroporto do Montijo

A associação ambientalista ZERO afirma que o novo aeroporto do Montijo deve ser, obrigatoriamente, sujeito a uma Avaliação Ambiental Estratégica (AAE), após surgirem notícias de que um estudo de impacte ambiental relativo ao novo aeroporto seria entregue esta semana.

A ZERO pede uma AAE para o novo aeroporto “face aos impactes no ordenamento do território e à necessidade de esclarecer e avaliar as consequências das necessidades futuras das infraestruturas aeroportuárias na região de Lisboa”.

“De acordo com a legislação relativa à AAE, encontram-se sujeitos a um procedimento de AAE os planos e programas para vários sectores, incluindo o dos transportes, que constituam enquadramento para a futura aprovação de projetos sujeitos a Avaliação de Impacte Ambiental (AIA)”, citam os ambientalistas.

A associação diz que embora a localização, do aeroporto no Montijo, possa ser considerada viável “tem fortes dúvidas relativamente aos impactes do ruído sobre as populações, conservação da natureza face à proximidade do Estuário do Tejo, bem como os riscos para as aeronaves”, acrescentando pedir intervenção à Comissão Europeia e à justiça portuguesa se necessário.