Fogo em Ourém consumiu 1.237 hectares de floresta

Fogo em Ourém consumiu 1.237 hectares de floresta

Categoria Ambiente, Florestas

O incêndio que deflagrou na sexta-feira em Ourém, no distrito de Santarém, consumiu 1.237 hectares de floresta e alguns anexos habitacionais, disse à agência Lusa o presidente da Câmara, Paulo Fonseca.

O fogo começou às 17:08 na localidade de Amenta, na União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais, e chegou a ter cerca de 200 operacionais envolvidos no combate às chamas.

Paulo Fonseca explicou que este incêndio “teve dois momentos”. “Na primeira fase, o fogo veio de Pombal e já trazia uma frente ativa muito larga e intensa e foi lavrando terreno florestal”, explicou o autarca do PS.

Segundo o presidente da Câmara de Ourém, o fogo “ficou dominado e controlado”, mas “no dia 08 registou-se um novo reacendimento, que já está totalmente ultrapassado”. O autarca revelou que “arderam os anexos de algumas habitações e muita floresta, sobretudo pinheiro bravo e eucalipto”.

“Houve algumas aldeias em perigo justificado, nomeadamente em Junqueira, Charneca, Cumeada, Ribeira do Fárrio, Camarões e Cardal”, referiu ainda. Segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil, às 17:30 de hoje, ainda estavam 26 bombeiros e sete veículos no terreno.