“Diagnóstico participativo do estado de valorização de resíduos alimentares em Lisboa” já se encontra disponível

“Diagnóstico participativo do estado de valorização de resíduos alimentares em Lisboa” já se encontra disponível

Categoria Advisor, Investigação

O “Diagnóstico participativo do estado de valorização de resíduos alimentares em Lisboa” elaborado no âmbito do Projeto CEMOWAS2, cofinanciado pelo Programa Interreg Sudoe já foi publicado. O projeto tem como principal objetivo “propor estratégias de gestão e a demonstração da viabilidade de soluções concretas para os resíduos orgânicos e águas residuais”, refere a Lisboa E-Nova numa nota enviada à imprensa.

Este relatório compila o resultado de um estudo elaborado nos últimos meses, desenvolvido pela Circular – Consultoria em Sustentabilidade, com a coordenação da Lisboa E-Nova, que contou com participação de diversas entidades e atores relevantes nesta matéria. É aqui apresentado um diagnóstico sobre o atual estado de valori­zação dos resíduos orgânicos de origem alimentar na cidade de Lisboa, a partir do qual são traçadas orientações estratégicas para potenciar o fecho do ciclo dos alimentos na cidade.

Este documento inclui a descrição da metodolo­gia de trabalho, a estimativa de valores relativos aos fluxos da cadeia de valor dos alimentos na cidade e a estimativa dos valores para um cenário de evolução até ao ano 2021. São também descritas as diferentes fases da cadeia de valor dos ali­mentos na cidade de Lisboa e os atores envolvidos nessas fases. O documento integra ainda os resultados das diferentes atividades de interação participativa com os atores da cadeia – inquérito, questionários, entrevistas e workshop.