EPAL e ANAFRE celebram parceria de consciencialização para o consumo de Água da Torneira

EPAL e ANAFRE celebram parceria de consciencialização para o consumo de Água da Torneira

Categoria Águas, Ambiente

A ANAFRE – Associação Nacional de Freguesias escolheu a água da torneira como a opção mais sustentável para marcar presença em todas reuniões que esta associação realiza nas suas instalações, assim como nas reuniões que realiza no âmbito das suas responsabilidades nacionais em todo o continente e regiões autónomas.

A cerimónia de adesão ao Programa da EPAL “Exclusivamente Água da Torneira”, o qual pretende conquistar as Entidade Públicas e Privadas para o consumo de água da rede nas áreas comuns dos seus Edifícios, decorreu na passada sexta-feira, dia 2 de agosto, no Palácio da Mitra, em Lisboa. A associação recebeu Jarros de Vidro e Garrafas da EPAL para veicular a mensagem da sustentabilidade e afirmar a sua escolha por um ambiente mais verde.

A parceria irá, agora, alargar-se às Juntas de Freguesia sob a área de influência da EPAL e da Águas do Vale do Tejo, prevendo-se a adesão ao consumo, em exclusivo, de água da rede pública nestas juntas de freguesia dos seguintes distritos: Lisboa, Santarém, Guarda, Castelo Branco, Portalegre e Évora, promovendo assim a qualidade da água junto de todos os fregueses e contribuindo para a redução das emissões de CO2 em prol de um melhor ambiente para todos.

A ANAFRE tem desenvolvido diversos projetos de sustentabilidade ambiental e de economia circular com o objetivo de apoiar a redução do desperdício e promover o aproveitamento de materiais recicláveis, contribuindo para a sustentabilidade das comunidades onde se inserem.

A adesão ao consumo de água da rede pública vem reforçar a excelência da qualidade da água da torneira, que no nosso país alcança 99% de água segura, e contribuir para a redução, significativa, do consumo de plástico de uso único, em defesa da sustentabilidade do nosso planeta. Esta é mais uma iniciativa que pretende continuar a revolucionar os hábitos dos portugueses e a apelar ao consumo sustentável, com benefícios para a qualidade de vida de todos.