GALP inicia produção na área de Kaombo em Angola

GALP inicia produção na área de Kaombo em Angola

Categoria Advisor, Empresas

A Galp, parceira do consórcio para o desenvolvimento do Bloco 32, informa que se iniciou a produção do projeto Kaombo, através da FPSO que irá desenvolver a área de Kaombo Norte, localizada aproximadamente a 260 quilómetros da costa de Luanda, em profundidades de água entre os 1.400 e 1.950 metros.

O plano de desenvolvimento de Kaombo prevê a instalação de duas unidades FPSO, cada com uma produção estimada de 115 mil barris de petróleo por dia. A segunda unidade, a ser alocada à área de Kaombo Sul, deverá iniciar operações durante 2019.

As unidades serão conectadas a 59 poços submersos com vista ao desenvolvimento dos recursos localizados em seis descobertas efetuadas na parte central e sul do Bloco 32 (Gengibre, Gindungo, Caril, Canela, Mostarda e Louro). A estimativa de volumes totais a serem recuperados dos campos é de cerca de 650 milhões de barris de petróleo.

Angola é uma das principais regiões das atividades do Grupo Galp, onde está presente desde 1982, e o projeto Kaombo considerado um dos mais relevantes desenvolvimentos a ocorrer no país, sendo um importante fator de contribuição para o crescimento da produção do Grupo.

A Galp detém uma participação de 5% no consórcio para o desenvolvimento do Bloco 32. A Total, operadora do bloco, detém uma participação de 30%, sendo os restantes parceiros a Sonangol P&P (30%), Sonangol Sinopec International 32 Limited (20%) e Esso Exploration & Production Angola (Overseas) Limited (15%).