Investigação portuguesa sobre mamíferos marinhos em debate em Lisboa a 15 de novembro

Investigação portuguesa sobre mamíferos marinhos em debate em Lisboa a 15 de novembro

A 1.ª edição do Encontro sobre Mamíferos Marinhos (EMMA 2019) vai realizar-se no dia 15 de novembro na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Ciências ULisboa). De acordo com a nota enviada à imprensa pela instituição, o encontro vai decorrer entre as 8h30 e as 18h30, tendo como objetivo “reunir a comunidade científica e empresarial que trabalha com mamíferos marinhos em Portugal”.

Golfinhos, baleias e cachalotes são algumas das várias espécies de mamíferos marinhos sobre os quais as mais recente investigação portuguesa vai estar em debate no EMMA 2019. A última vez que os investigadores de mamíferos marinhos em Portugal se reuniram num evento científico nacional dedicado a esta área foi há 10 anos, em Peniche. O EMMA 2019 pretende assinalar uma década sobre este primeiro esforço e reunir a comunidade científica e empresarial que trabalha em mamíferos marinhos em Portugal, para fazer um ponto da situação da investigação desenvolvida no nosso país e identificar desafios.

São esperados mais de 100 participantes neste encontro, que se realiza no auditório da FCiências.ID, no campus de Ciências ULisboa, no Campo Grande (edifício C1, piso 3, anfiteatro 1.3.23). Mais de duas dezenas de investigadores portugueses, de norte a sul do país, incluindo os Açores e a Madeira, vão apresentar os seus trabalhos nesta área. As inscrições já se encontram encerradas.

“Este encontro será bastante importante para a comunidade científica portuguesa que faz investigação em mamíferos marinhos. Daqui poderá surgir um esforço de coesão e estabelecimentos de colaborações na área que ajudem a expandir o conhecimento sobre estes animais e o seu habitat”, explica em comunicado Ana Rita Amaral, investigadora do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais – cE3c, em Ciências ULisboa, e membro da Comissão de Organização do EMMA 2019.

O turismo aliado à investigação em cetáceos, o papel da ciência-cidadã para conhecer e conservar os mamíferos marinhos, e planos de monitorização de diversas espécies de mamíferos marinhos e a sua ligação com áreas como as energias renováveis e a gestão de recursos pesqueiros são alguns dos temas do programa do EMMA 2019, que pretende também aproximar os estudantes dos centros de investigação e dos investigadores que trabalham nesta área.

Para além de unir a comunidade de investigadores nesta área, através do EMMA 2019 os organizadores pretendem também discutir a necessidade da criação de plataformas online e outras ferramentas para fomentar o conhecimento e a interação entre os investigadores e a criação de uma conferência dedicada ao tema com carácter regular.

“Há claramente uma necessidade de desenvolver novo conhecimento e responder a perguntas concretas nesta área. É fundamental criar um sentido de comunidade entre aqueles que trabalham nesta área, e esse será provavelmente o objetivo mais ambicioso deste Encontro. Se daqui surgir uma forma mais fluida para essa comunidade interagir e criar simbioses o objetivo do EMMA terá sido atingido”, conclui Tiago Marques, investigador do Centro de Estatística e Aplicações – CEAUL da Universidade de Lisboa, em Ciências ULisboa, e na Universidade de St Andrews, no Reino Unido, e também pertencente à Comissão Organizadora do Encontro.

O EMMA 2019 é organizado por investigadores de um conjunto abrangente de instituições portuguesas ligadas à investigação nesta área – mais informações no site do Encontro, e nos perfis nas redes sociais criados para o Encontro: no Instagram, no Facebook e  no Twitter.

Foto creditada por: Ana Rita Amaral