Já estão abertas as candidaturas para o programa internacional que apoia ideias que reduzam o impacto negativo no ambiente

Já estão abertas as candidaturas para o programa internacional que apoia ideias que reduzam o impacto negativo no ambiente

Categoria Advisor, Agenda

Já estão abertas as candidaturas para a sexta edição do ClimateLaunchpad, a maior competição cleantech do mundo, lê-se numa nota de imprensa. Este ano, a organização em Portugal está a cargo da UPTEC (Parque de Ciência e Tecnologia da U. Porto), LIPOR, Smart Waste Portugal e Pacto Português para os Plásticos. O programa internacional apoia ideias que reduzam o impacto negativo no ambiente.

Ao ClimateLaunchpad podem concorrer ideias de negócio cleantech – relacionadas com energias renováveis, eficiência energética, agricultura, água, transportes, economia circular e muito mais. Desde o início desta competição, em 2014, já se candidataram ao ClimateLaunchpad quase “10 mil ideias de negócio”, refere a nota, divulgada pelo UPTEC, destacando que, “em 2020 o programa decorreu totalmente online e foram submetidos três mil projetos, selecionadas 679 equipas para participar nos mais de 270 bootcamps espalhados por 56 países de todo o mundo”.

Nesta sexta edição do programa e numa primeira fase, os projetos selecionados vão ter a oportunidade de participar num curso online desenvolvido pelo EIT Climate-KIC. Na segunda fase, serão escolhidas, no máximo, dez equipas que vão desenvolver a sua ideia de negócio num bootcamp intensivo de três dias com um formador certificado da EIT Climate-KIC. Os participantes têm, ainda, sessões de acompanhamento com mentores experientes em sustentabilidade ambiental e economia circular, incluindo profissionais das entidades organizadoras do programa em Portugal. Além disso, as equipas recebem apoio para preparar o pitch da sua ideia de negócio, que será avaliado por um painel de especialistas na Final Nacional.

Os três vencedores da Final Nacional, além da oportunidade de representar Portugal na Final Europeia, vão ter acesso a incubação gratuita na UPTEC durante três meses e, ainda, a 1000 euros em formação na Ordem dos Engenheiros – Região Norte, patrocinador do ClimateLaunchpad em Portugal.

Esta é já a sexta edição do ClimateLaunchpad que, em Portugal, já apoiou quase 50 equipas e recebeu mais de 90 candidaturas. Em 2018, o grande vencedor da final internacional foi o projeto português Eco2Blocks, em competição com mais de 1000 equipas.

As candidaturas para ideias portuguesas estão abertas até ao dia 16 de maio e podem ser feitas aqui.