Lisboa vai regressar à corrida pelo título de Capital Verde

Lisboa vai regressar à corrida pelo título de Capital Verde

Apesar de não ter vencido a corrida a Capital Europeia Verde para 2019, tendo perdido para Oslo, na Noruega, Lisboa volta a candidatar-se para 2020, anunciaram na passada quinta-feira, o vereador da Estrutura Verde e Energia, José Sá Fernandes, e o vice-presidente da Câmara Municipal, Duarte Cordeiro, num encontro com a equipa multidisciplinar que preparou a candidatura.

“Estávamos muito bem posicionados mas perdemos, como no futebol, nos penaltis”, declarou José Sá Fernandes, que agradeceu a todos os membros da equipa e sublinhou que agora “há que começar a trabalhar para a próxima candidatura, desde logo melhorando alguns capítulos que apresentaram maiores fragilidades”.

Em comunicado, Sá Fernandes frisa ainda que “o mais forte de Lisboa é o crescimento exponencial da cidade nos últimos anos”, tendo também em conta a “experiência ganha com a candidatura para 2019, uma mais-valia para que a próxima seja mais forte”. Planeamento, alterações climáticas, estrutura verde, água e resíduos são parâmetros em que a autarquia vai continuar a investir, para uma candidatura que pretende vencedora e será apresentada já em outubro deste ano, acrescentam.