Loulé celebrou Dia da Floresta Autóctone

Categoria Ambiente, Florestas

No dia 23 de Novembro celebrou-se o Dia da Floresta Autóctone, efeméride ambiental assinalada um pouco por todo o país, com diversas iniciativas, como o Florestar Portugal (AMO Portugal, 22 de Novembro) e a Semana da Reflorestação Nacional (17 a 23 de Novembro), nas quais o Município de Loulé é parceiro. Assim, no Concelho de Loulé, e à semelhança dos anos transactos, foram várias as iniciativas promovidas pela autarquia com o intuito de sensibilizar a população escolar e os munícipes em geral para a importância e protecção da floresta e das espécies autóctones.  
Neste âmbito, no dia 20 de Novembro, teve lugar uma acção de plantação de alfarrobeiras e medronheiros na Escola EB 2,3 Padre João Coelho Cabanita, com a participação dos alunos do Curso de Educação e Formação de Jardinagem e Espaços Verdes.  
No dia 21, foram os alunos da Escola EB1 do Gilvrasino que plantaram, no espaço da sua escola, medronheiros e alfarrobeiras. Já no dia seguinte, tiveram lugar duas acções de plantação dirigidas à população em geral. 
Na Área de Paisagem Protegida Local da Fonte Benémola foi realizada uma acção de remoção de rizomas de canas (espécie invasora) e a sua substituição por espécies existentes no local (salgueiros, medronheiros e loendros), plantadas por estaca. Esta acção contou com a participação voluntária de 23 membros da Associação Satori. 
Também durante a manhã do dia 22, junto às Hortas Sociais de Loulé, na Ribeira das Bicas Velhas, foram plantados cerca de 60 plantas, entre choupos negros e loendros, como forma de tentar minimizar a propagação das canas junto a esta linha de água, local recentemente intervencionado com uma limpeza. Esta acção de plantação contou com a participação dos utilizadores das Hortas Sociais e de vários voluntários do Banco Local de Voluntariado da Autarquia.