Reflorestar Portugal promove cursos de Agrofloresta de Sucessão em abril

Reflorestar Portugal promove cursos de Agrofloresta de Sucessão em abril

Categoria Advisor, Formação

“As florestas são as grandes sustentadoras do ciclo da água e da biodiversidade. Quando elas desaparecem, o clima e as chuvas mudam, perde-se riqueza genética e gera-se escassez de recursos. É alarmante que 58% do território português já seja considerado árido”. Quem o diz é Marina Zimmerman, da Reflorestar Portugal.

Nesse contexto, a Reflorestar Portugal vai promover quatro cursos de Agrofloresta de Sucessão em vários pontos do país durante o mês de abril. As formações vão estar a cargo de Namasté Messerschimdt, consultor agroflorestal e instrutor de cursos de iniciação e avançados de Agricultura Sintrópica.

A primeira formação vai realizar-se na Biovilla, em Palmela, nos dias 6, 7 e 8. Segue-se uma nova ação na Agro-Turismo Quinta da Fonte, em Figueiró dos Vinhos, nos dias 13, 14 e 15 de abril e depois no Projecto Agroecológico Soajo, no Gerês, nos dias 20, 21 e 22. A iniciativa termina em São João de Ver, em Santa Maria da Feira, nos dias 27, 28 e 29 do mesmo mês.

As três primeiras formações – em Palmela, Figueiró dos Vinhos e no Gerês – são cursos de introdução à Agrofloresta de Sucessão. Além de apresentados os conceitos básicos de implantação e manejo de um sistema agroflorestal – estratos, sucessão, cobertura de solo e consociações -, será realizada a implantação de um projecto com preparação de solo, cobertura do solo e plantio e demonstração e aplicação prática de técnicas de poda e manejo da área nas diferentes fases.

A última formação, em Santa Maria da Feira, corresponde a um curso avançado, onde serão aprofundadas algumas técnicas e conhecimentos aplicados a uma agrofloresta com dois anos de existência. Inicialmente será feito um diagnóstico da área de estudo e a compreensão dos processos de sucessão in loco antes de ser implantada a nova área. Ao longo do curso serão exploradas técnicas de poda, manejo de agrofloresta e dos conceitos de sucessão, estratificação e consociação.

Em comunicado, Marina Zimmerman lamenta: “Todos os anos deflagram incêndios de Norte a Sul do país, sendo agravados por condições climáticas, geográficas, pela falta de meios e estratégias associadas a um mau planeamento e fraca prevenção, que vai além da limpeza dos terrenos”. “Acreditamos que os Sistemas Agroflorestais e a Permacultura são as principais ferramentas para travar e inverter esta espiral involutiva e degenerativa em que nos encontramos, tanto a nível ambiental, humano, espiritual, como social e económico”, conclui.

Os valores dos cursos rondam os 250 euros, consoante a modalidade de estadia escolhida pelos participantes. Os interessados em participar nestas formações podem inscrever-se ou solicitar mais informações através do e-mail inscricoes@reflorestar-portugal.com.