2BForest na linha da frente para criar mais valor ambiental no setor florestal

2BForest na linha da frente para criar mais valor ambiental no setor florestal

Categoria Ambiente, Florestas

A 2BForest surgiu no mercado em 2016 para colmatar uma lacuna no mercado florestal nacional: o fornecimento de serviços especializados em Certificação Florestal. Em 2017, a empresa passou a gerir dois certificados de grupo FSC para proprietários e para madeireiros. Atualmente, conta com mais de 400 proprietários e 20 mil hectares, 20% dos quais é área de conservação.

À Ambiente Magazine, Susana Brígido, sócia e diretora-geral da 2BForest, afirma que é objetivo da empresa “contribuir para criar mais valor no setor florestal”, visto ser “muito importante na geração de emprego”, sobretudo em “territórios de baixa densidade populacional”.

Um dos serviços disponibilizados pela empresa é o “2B_Natural_Services – Projetos de Valorização Ambiental dos Territórios Agro-Florestais”,  que se enquadra nos objetivos do Millenium Ecossystems Assessments 2015 e nos “três vértices estratégicos” da Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e Biodiversidade 2030 (ENCN).

Atualmente, de acordo com Susana Brígido, o grupo de certificação de florestas, o 2B_Forest_Group, enfrenta o desafio de assegurar o compromisso, por parte dos proprietários florestais, de gerir os recursos naturais de forma sustentável. Nas áreas produtivas, como as de eucalipto, pinheiro-bravo e sobreiro, esta valorização é diretamente reconhecida pelo mercado nacional e internacional. Mas o desafio está nas áreas marginais onde a gestão ativa é difícil de implementar devido ao facto de não terem retorno económico. Assim, a 2BForest considera que a existência de certificação explicita para a valorização dos serviços ambientais, dando maior credibilidade aos investidores, é a “condição chave” para a promoção de modelos de desenvolvimento mais sustentáveis geradores de riqueza num quadro de equilíbrio e de coesão territorial. Este mecanismo, segundo a responsável, serve como “incentivo para a proteção e o restauro de serviços de ecossistema florestais”, algo que irá permitir que a “biodiversidade seja considerada como uma componente patrimonial e um ativo com reconhecimento económico e social dos ecossistemas e dos serviços por ele prestados”, possa ser colocado no mercado de forma a recompensar práticas de gestão responsáveis.

Como é que a 2BForest cria soluções que financiem serviços ambientais?

Projetos 2B_Natural_Services em curso:

Atualmente, a 2BForest tem a decorrer a campanha designada por “Mecanismo de Apoio à Recuperação e Gestão de Áreas Ardidas”. Esta iniciativa visa apoiar ações de recuperação de áreas onde ocorreram fogos através de plantação espécies autóctones e posterior gestão dessas áreas. Este projeto insere-se no âmbito de um programa de responsabilidade ambiental internacional e conta com o apoio do FSC® Portugal desde 2019.

A “Certificação FSC® dos Serviços do Ecossistema em Áreas com Gestão Certificada” é outros dos projetos da empresa. Trata-se de um mecanismo de valorização da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas em áreas certificadas, através de um sistema internacionalmente reconhecido e com auditorias externas anuais. O instrumento pretende compensar os proprietários florestais com áreas certificadas, através da comercialização de créditos dos serviços públicos produzidos pela floresta e com envolvimento de investidores. Ao mesmo tempo, pretende que estes serviços gerem um retorno económico contribuindo para a melhoria do estado de conservação do património natural e cultural da região onde se inserem e que os investidores se possam associar a um processo transparente e credível de promoção da sustentabilidade. Em 2020 deu-se início ao projeto piloto em Arouca e no primeiro trimestre de 2021 irá obter-se a certificação dos serviços ambientais gerados por áreas florestais de 3 proprietário-membros do grupo “2B_Forest_Group” (Ver gráfico “Etapas do Projeto Arouca”).

Este artigo foi publicado na edição 87 da Ambiente Magazine.