ABB atualiza sistema Infi90 na Central de Biomassa de Mortágua

ABB atualiza sistema Infi90 na Central de Biomassa de Mortágua

Categoria Ambiente, Energia

Adjudicado pelo consórcio EDP/Altri, o projeto de atualização do sistema Infi90 existente na Central de Biomassa de Mortágua, decorreu no passado mês de fevereiro.

Este sistema teve origem na Elsag Bailey, empresa pertencente ao Grupo ABB desde 1998. O sistema que existia até à data nas instalações da Central era composto por cinco armários de controlo Infi90, supervisão Tenore NT e software de engenharia CADEWS. Quer a supervisão quer o software de engenharia já se encontravam na fase obsoleta e limitavam, particularmente, o correto diagnóstico de problemas durante o normal funcionamento da instalação. Havia ainda o problema agravado do suporte limitado ao sistema e tecnologias existentes, nomeadamente versões de software de terceiros que já não tinham qualquer suporte (ex. Windows NT).

Todo o projeto foi realizado em estreita colaboração entre a equipa da ABB em Portugal e da ABB em Itália, onde está sediado o Centro de Excelência do Symphony Plus para a Europa, refere a empresa, em comunicado.

Procedeu-se à completa conversão de toda a lógica de controlo e ecrãs de supervisão, para o sistema Symphony Plus (Symphony Plus Operations e Symphony Plus Engineering, respetivamente para a parte de supervisão e do sistema de controlo).

O trabalho de implementação do novo sistema implicou também a completa alteração da rede de comunicações com o sistema, passando-se de uma comunicação série para um comunicação Ethernet. Tal alteração, mantendo todo o equipamento de controlo existente, foi possível usando as novas cartas de comunicação S+ IET800, totalmente compatíveis com o sistema Infi90.

A Central da Biomassa de Mortágua opera desde 1999, é uma joint venture entre a EDP e o grupo Altri, tem uma potência instalada de 9MW e produz energia a partir da queima de resíduos florestais, maioritariamente resultantes da limpeza das matas circundantes.