Agosto regista recorde de 145 mil carregamentos na rede de mobilidade elétrica

Agosto regista recorde de 145 mil carregamentos na rede de mobilidade elétrica

No mês de agosto registou-se um recorde de 145 mil carregamentos na rede de mobilidade elétrica, enquanto em janeiro de 2020 o número se situava nos 86 mil, pode ler-se numa nota divulgada pelo Ministério do Ambiente e da Ação Climática. Ao mesmo tempo, segundo a mesma nota, o consumo de energia em toda a rede cresceu 13%, face ao mês de julho, e duplicou, se comparado com o mesmo mês do ano passado. Face ao período pré-pandemia, no qual se tinham registado os valores mais elevados, a subida verificada em agosto foi de 85% em relação ao mês de janeiro de 2020, precisa a nota.

De acordo com o Ministério, liderado por João Pedro Matos Fernandes, este crescimento foi catalisado pelo investimento do Estado, superior a 12 milhões de euros, que possibilitou o desenvolvimento da rede pública piloto de carregamento e criou o inovador sistema de acesso universal da mobilidade elétrica em Portugal.

A rede Mobi.E, com mais de 70 Operadores de Pontos de Carregamento e 20 Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica, tem vindo a crescer, quer em número de postos, quer no aumento da potência disponível: disponibiliza agora 4.175 pontos de carregamento, distribuídos pelo território nacional, incluindo Açores e Madeira, dos quais cerca de 800 pontos são rápidos ou ultrarrápidos (>50 kW). No final de 2020, a rede contava com 3.076 pontos, cerca do dobro das tomadas instaladas no ano anterior e, em 2021, tem vindo a crescer a um ritmo médio de 31 novos pontos por semana.

O mais recente estudo da Associação Europeia de Construtores Automóveis coloca Portugal como o quarto país com mais postos de carregamento por 100 km de estradas, com 14,9 pontos de carregamento por cada 100 quilómetros de estrada existentes.