Águas de Santo André, uma empresa virada para as pessoas, para a sociedade, para o ambiente e para o futuro

Águas de Santo André, uma empresa virada para as pessoas, para a sociedade, para o ambiente e para o futuro

Categoria Advisor, Empresas

A Águas de Santo André (AdSA) tem por missão, à luz do seu Contrato de Concessão, gerir e explorar o Sistema de Santo André, de forma a assegurar o abastecimento de água às populações abrangidas, em qualidade e quantidade, e a recolha e tratamento das águas residuais das áreas abrangidas, bem como satisfazer as necessidades das indústrias localizadas na Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS), relativamente a água potável, água industrial, águas residuais (urbanas e industriais) e resíduos industriais não perigosos. Trata-se, pois, de uma empresa com caraterísticas substancialmente diferentes das restantes entidades gestoras, desde logo por abarcar um leque de negócios muito mais vasto e diversificado. Nos anos 70 e 80, a ZILS foi dimensionada e construída para dar resposta à criação de um complexo industrial de grande dimensão, que veio a revelar-se muito ambicioso e que 40 anos depois se mantém muito aquém do projetado à época, motivo por que o Sistema de Santo André teve poucos investimentos importantes, nem necessitou de significativas intervenções de reabilitação, além de que as captações e sistemas de tratamento existentes têm permitido garantir o abastecimento de água potável, cumprindo os níveis de serviço exigíveis, em quantidade e qualidade. O sistema tem permitido continuar a acolher as novas indústrias que se têm localizado na ZILS, onde, nos últimos 5 anos, se tem verificado um grande interesse por parte de investidores e por isso, a AdSA tem projetos em cima da mesa, para adequar as suas infraestruturas às novas industrias que venham a instalar-se, mas também como objetivo de reabilitar e renovar as atuais de modo a continuar a garantir o cumprimento da sua missão de forma integral.

Estes 20 anos foram marcados por um trabalho ativo na manutenção de todos os subsistemas do Sistema de Santo André considerando que todas decisões e iniciativas de hoje não comprometam nem condicionem, antes potenciem e valorizem, as ações e empreendimentos futuros. A par de gerir bem o presente, a AdSA está comprometida em assegurar e preparar a empresa para novos desafios e é por isso que, já em 2021, está previsto um conjunto de investimentos avultados que nos permitam continuar a ser uma empresa de referência no setor do ambiente em Portugal.

Deste conjunto de investimentos em desenvolvimento, destacam-se a Remodelação da ETAR de Ribeira dos Moinhos, com um valor previsto de 12 M€; a Construção da Nova Conduta Adutora de água industrial entre a ETA de Morgavel e o reservatório de Monte Chãos, num valor que ascende aos 10 M€; e, a Remodelação da ETA de Morgavel, com um valor estimado de 4 M€. São investimentos na ordem dos 30 milhões de euros na modernização e resiliência das nossas infraestruturas, na economia circular e na eficiência energética. São 30 milhões de euros no reforço do investimento na região que irão traduzir-se num aumento da qualidade de vida das populações que servimos, bem como, na preservação da qualidade do meio ambiente e no aumento da robustez da ZILS.

A Águas de Santo André é uma empresa virada para as pessoas, para a sociedade, para o ambiente e para o futuro. É esse o nosso compromisso. Contamos com o empenho de todos os trabalhadores e trabalhadoras, com os parceiros, com as autarquias e com os clientes para juntos, servir a comunidade com um serviço ambiental de excelência.

*Este artigo foi publicado na edição 88 da Ambiente Magazine.