Águas do Norte com investimento do município de Arcos de Valdevez

Águas do Norte com investimento do município de Arcos de Valdevez

Categoria Águas, Ambiente

O investimento a iniciar, incluído no subsistema de abastecimento de água de S. Jorge, compreende a construção dos reservatórios, e respetivas ligações, de Vilar de Lobos, Vilarinho do Souto, Ermelo e Vale, e irá permitir o abastecimento aos habitantes residentes nos lugares de Vilar de Lobos, Gração, Vilarinho do Souto e Igreja, das freguesias de Ermelo, São Jorge e Vale, permitindo a futura adução à freguesia de Soajo, refere a Águas do Norte numa nota à imprensa.

Esta empreitada agora consignada à empresa Boaventura & Boaventura, Lda., pelo valor de 2,5 milhões de euros, tem um prazo de execução de 365 dias e contempla cerca de 15,6 km de condutas, 4 reservatórios e 2 estações elevatórias de água.

A par da empreitada agora consignada, a Águas do Norte concluiu já, em novembro de 2018, a ligação do subsistema de abastecimento de água de S. Jorge ao sistema sudoeste no Município de Arcos de Valdevez. Esta empreitada no valor de cerca de 1,3 milhões de euros permite o abastecimento a cerca de 5.310 habitantes residentes das freguesias de Cendufe, Guilhadeses, Jolda (Madalena), Miranda, Monte Redondo, Rio Cabrão, Rio Frio, Padreiro (Salvador), Padreiro (Santa Cristina), Távora (Santa Maria), Santar, Jolda (São Paio), Távora (São
Vicente), Souto e Tabaçô. Encontra-se ainda em fase de conclusão a empreitada de reabilitação da estação elevatória de águas residuais localizada na vila de Arcos de Valdevez que, face ao diagnóstico anteriormente efetuado, revelou deficiente gradagem e obsolescência do equipamento de bombagem. Esta intervenção foi adjudicada à Hidrojacto -Tratamento de Águas, Lda., pelo valor de cerca de 80 mil euros.

A Águas do Norte tem ainda em curso a elaboração de um estudo de avaliação funcional do sistema de águas residuais dos Arcos de Valdevez, nomeadamente os sistemas elevatórios e os intercetores gravíticos, por forma a tornar o sistema global mais eficiente, aumentando a fiabilidade e a capacidade de resposta do sistema às diferentes condições verificadas ao longo de um ano de exploração.

A Águas do Norte, SA iniciou a atividade a 30 de junho de 2015 e, enquanto entidade gestora do sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Norte de Portugal, em “alta”, é responsável pela captação, tratamento e abastecimento de água para consumo público e pela recolha, tratamento e rejeição de efluentes domésticos, urbanos e industriais.

Assume ainda a exploração e gestão do sistema de águas da região do Noroeste, reunindo numa única entidade gestora, os serviços de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais em “alta” (prestados aos Municípios) e em “baixa” (prestados aos utilizadores finais, os munícipes), de forma regular, contínua e eficiente.