Alcácer do Sal solicita intervenção da Agência Portuguesa do Ambiente no desassoreamento do Rio Sado

Alcácer do Sal solicita intervenção da Agência Portuguesa do Ambiente no desassoreamento do Rio Sado

O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, enviou esta quarta-feira, 27 de julho de 2022, um ofício dirigido ao presidente do Conselho Diretivo da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Nuno Lacasta, onde solicita a intervenção desta entidade no desassoreamento de troços do rio Sado.

Numa nota divulgada à imprensa, o autarca refere a necessidade da “intervenção tão breve quanto possível, no sentido de promoverem o desassoreamento dos troços do rio Sado, em particular e de forma mais urgente, junto à cidade de Alcácer do Sal no troço de cerca de 1000 metros, entre a Ponte Rodoviária e a Ponte do IC1.” Acrescenta ainda que “o rio se encontra fortemente assoreado, com largos prejuízos para a Natureza, meio ambiente, paisagem urbana, navegabilidade e turismo, dado que não se conhece qualquer tipo de ação de desassoreamento há largas dezenas de anos.”

Vítor Proença considera ser uma “competência do Ministério do Ambiente”, sugerindo que “possam recorrer a verbas disponíveis no Fundo Ambiental para uma intervenção célere.”