ANIPLA desapontada com decisão da CE sobre glifosato

ANIPLA desapontada com decisão da CE sobre glifosato

Após anúncio por parte da Comissão Europeia da decisão de extensão da autorização de uso do glifosato pelo período de 18 meses (até final de 2017), a ANIPLA – Associação Nacional da Indústria para a Proteção das Plantas vem anunciar, em comunicado, que apesar de muitos considerarem “esta decisão como uma espécie de vitória para a indústria fitofarmacêutica, a verdade é que estamos desapontados”.

Depois da Comissão Europeia ter proposto, originalmente, uma reaprovação do uso do glifosato por um período de 15 anos, agora estabelece-se uma extensão de 18 meses, aguardando que, durante esse período, se realize uma nova avaliação para adicionar às já existentes 90.000 páginas que resumem 3.500 estudos de evidências ciêntificas, explica a associação.

“O desenrolar deste processo e, consequente decisão final, serve apenas para demonstrar que o que deveria ter sido um processo de decisão tomado com base em critérios científicos, foi completamente prejudicado e adulterado pela componente política”, conclui a ANIPLA, na mesma nota.