Apreendidas 92 aves protegidas em mercado negro

Apreendidas 92 aves protegidas em mercado negro

Aos domingos, à margem da feira dos pássaros, na Cordoaria, no Porto, há um negócio concorrente de venda ilegal de espécies protegidas. Foi contra esse mercado paralelo que a PSP, em conjunto com outras entidades, lançou, na manhã de ontem, uma operação que culminou em sete detenções e no resgate de 92 aves, indica o Jornal de Notícias.

O cerco incidiu na parcela do Campo dos Mártires da Pátria que é normalmente ocupada por aqueles que se dedicam ao comércio clandestino de pássaros. Foram apreendidas seis espécies – pintassilgos (70), lugres (13), dom-fafes (4), chamarizes (3), verdilhão (1) e travesso (1) – que acabaram devolvidos à natureza. no Parque Biológico de Gaia.

Os detidos, alguns reincidentes, foram notificados para ir hoje a tribunal. A venda de espécies protegidas é crime, punível com prisão até um ano ou multa até 240 dias.