AREANATejo promove a implementação de ações sustentáveis em cinco municípios do Alto Alentejo

AREANATejo promove a implementação de ações sustentáveis em cinco municípios do Alto Alentejo

O projeto RED URBANSOL, aprovado na primeira convocatória do Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal 2014-2020 (POCTEP), tem como objetivos promover o desenvolvimento local sustentável, apoiar a transição para uma economia com baixas emissões de carbono e fomentar a autossuficiência energética.

De entre os resultados esperados no âmbito do Projeto, destacam-se ainda: (1) incentivar a utilização do veículo elétrico, com recurso à instalação de novos pontos de carregamento e à criação de um sistema comum de gestão entre Espanha e Portugal; (2) melhorar a eficiência energética das infraestruturas públicas; (3) promover a instalação de sistemas de energias renováveis em infraestruturas públicas; (4) promover a criação e/ou melhoria de ciclovias urbanas e interurbanas; (5) incentivar o desenvolvimento sustentado de parques industriais; e (6) promover a criação e a conservação de percursos pedestres verdes e caminhos verdes.

No seu âmbito, sob a coordenação da AREANATejo, foi desenvolvida a “Metodologia URBANSOL”, um instrumento prático à disposição dos municípios, no qual são descritos os pontos a seguir para a recolha das necessidades de cada município, apresentando-se igualmente formas de responder às ditas necessidades em matéria de desenvolvimento sustentável, com uma adequada programação e atribuição de recursos. Pode ser consultada e efetuado o seu download aqui.

Com base na Metodologia acima referida, e sob coordenação da AREANATejo, foram desenvolvidos os Planos de Ação para o Desenvolvimento Interurbano Inteligente e Sustentável (PADISI) dos Municípios de Arronches, Campo Maior, Castelo de Vide, Elvas e Marvão. Estes documentos incluem o planeamento da implementação de medidas para a promoção do desenvolvimento sustentável ao nível local, interurbano e transfronteiriço, resultante de um estudo aprofundado das necessidades de cada Município. Assim, foram identificadas no âmbito dos PADISI áreas prioritárias de intervenção, que estão na base da implementação das seguintes ações municipais sustentáveis:

– No Município de Arronches serão criados novos de caminhos verdes, que serão posteriormente integrados numa Rede de Itinerários Verdes Transfronteiriços (RIVT), fomentando assim a melhoria na qualidade do ambiente urbano e promovendo atividades de turismo sustentável;

– Nos Municípios de Campo Maior e Marvão será promovida a eficiência na iluminação pública através da substituição de luminárias por tecnologia LED;

– Nos Municípios de Castelo de Vide e Elvas serão instalados pontos de carregamento para veículos elétricos, para incentivar o uso/aquisição de veículos elétricos, e a sua integração em rede transfronteiriça de mobilidade elétrica.

Coordenado pela Agência Extremeña de Energia (Espanha), o projeto RED URBANSOL conta com um total de 18 sócios portugueses e espanhóis e, no Alto Alentejo, encontra-se a ser implementado pela AREANATejo, a CIMAA – Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo e o Município de Portalegre, parceiros do Projeto