Berlusconi obrigado a recuar com a energia nuclear

Categoria Home

    O primeiro-ministro italiano sofreu ontem uma derrota no referendo que submetia ao eleitorado quatro leis, entre as quais uma sobre a retoma de uma política nuclear em Itália. A participação nas urnas ultrapassou os 57% um resultado histórico, com o partido do governo a fazer campanha pela abstenção. Berlusconi fez mesmo questão de exercer o seu direito optando pela abstenção, indica o Económico. A recusa do nuclear surge depois da Suiça e Alemanha também terem decidido recuar nos seus programas de energia nuclear.