Centro de investigação da U.Porto conquista projeto de 2,5 milhões em bioengenharia

Centro de investigação da U.Porto conquista projeto de 2,5 milhões em bioengenharia

Categoria Advisor, Investigação

O Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) da Universidade do Porto conquistou um projeto do “maior” programa de inovação da União Europeia (UE) em bioengenharia e, com um financiamento de 2,5 milhões de euros, vai otimizar metodologias, conta a Lusa.

Em comunicado, o CIIMAR explica que no âmbito deste projeto, intitulado de BlueBio4Future e desenvolvido ao abrigo do programa de investigação e inovação da UE “Era Chair”, vai durante os próximos cinco anos criar uma equipa de investigação na área da biotecnologia azul, maioritariamente “sustentada na coleção de microalgas e cianobactérias do centro” – a LEGE CC – que contém mais de 1.100 estirpes.

“Esta coleção sediada no CIIMAR servirá de base para o desenvolvimento de metodologias em otimização de bioprocessos, utilizando fotobioreatores, biologia sintética, bioinformática e química verde na descoberta de novas moléculas com aplicações biotecnológicas”, adianta o centro de investigação da Universidade do Porto.

A equipa, liderada pelo diretor do CIIMAR, Vitor Vasconcelos, vai ser constituída por quatro investigadores, três técnicos da área de bioprocessos, bioinformática e biologia sintética e química verde e um gestor de ciência e transferência de conhecimento.

“Após a constituição da nova equipa no CIIMAR e instalação de um novo laboratório, serão desenvolvidas tarefas nas áreas da capacitação, relacionamento com stakeholders a nível nacional e internacional, comunicação de ciência e exploração de resultados”, refere o CIIMAR. Citado no comunicado, o diretor do CIIMAR afirma que este projeto vai permitir ao centro de investigação “continuar a sua afirmação nacional e internacional na área de biotecnologia marinha”.

“Depois de terminado no ano passado a execução do projeto Twinning – BLUEandGREEN, na área da Biotecnologia Marinha, estamos a continuar o seu legado, com a conquista desta ‘Era Chair’ – BlueBio4Future”, salienta Vitor Vasconcelos, detentor da ERA CHAIR.

Segundo o CIIMAR, nos últimos cinco anos, esta área de investigação foi “responsável” pela publicação de 653 artigos em revistas internacionais, 28 teses de doutoramento, 139 teses de mestrado e submissão de sete pedidos de patente.

O centro de investigação sediado no Terminal de Cruzeiros, em Matosinhos, acrescenta ainda que o objetivo deste projeto é “atrair e manter recursos humanos de alta qualidade, sob a direção de um investigador destacado e, ao mesmo tempo, implementar as mudanças estruturais necessárias para alcançar a excelência nas instituições de forma sustentável”.