Chineses já ganharam 540 milhões com a EDP

Categoria Ambiente, Energia

A partir do próximo dia 18 de maio, o departamento financeiro da EDP vai ter de fazer uma transferência bancária que, embora se repita todos os anos, implica um volume apreciável de dinheiro em caixa. Serão colocados 108,3 milhões de euros na conta de uma empresa sediada no Luxemburgo, em que o destinatário final é a China Three Gorges (CTG), o principal acionista da empresa elétrica.

Segundo o Jornal i, desde que compraram 21,35% da empresa portuguesa, os acionistas chineses têm recebido aquele volume anual de dividendos, que antes da privatização iam para os cofres públicos.

Os investidores chineses pagaram 2,7 mil milhões de euros para ficar com mais de 780 milhões de ações da companhia, a partir de maio de 2012. Nesse ano, a venda foi concretizada ainda a tempo de os chineses receberem o dividendo anual, pelo que os ganhos com a empresa de António Mexia atingem 542 milhões de euros com o pagamento deste ano.

A contribuição energética aplicada ao setor energético pesou 62 milhões de euros nas contas da EDP do ano passado, segundo o último relatório da empresa. Esta tributação adicional consiste numa taxa de 0,85% sobre os ativos das empresas do setor, representando uma receita total para o Estado de 150 milhões de euros.