“Close the Glass Loop” pretende recolher 90% das embalagens de vidro no mercado até 2030

“Close the Glass Loop” pretende recolher 90% das embalagens de vidro no mercado até 2030

A Federação Europeia de Vidro de Embalagem (FEVE), lançou hoje a plataforma do movimento “Close the Glass Loop” através de um evento online, que reuniu toda a cadeia de valor das embalagens de vidro, contando ainda com a participação do comissário europeu para o Meio Ambiente, Oceanos e Pesca, Virginijus Sinkevičius, com o objectivo de impulsionar a reciclagem das suas embalagens depois de usadas.

Este movimento surge como um esforço adicional para consolidar a economia circular europeia, com a adoção do Acordo Verde Europeu para o crescimento sustentável. Há muito tempo que o vidro é um exemplo de economia circular, com as suas características ecológicas e a sua infinita reciclabilidade que permite poupar recursos naturais reduzindo ainda o consumo energético e as emissões do seu processo produtivo. Tudo isso está em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Ação Climática (ODS 13) e Consumo e Produção Sustentáveis (ODS 12).

Virginijus Sinkevičius enfatizou esse aspeto ao referir que “o vidro é um ótimo exemplo de material circular. Já com excelentes resultados alcançados na recolha e reciclagem das embalagens de vidro usadas, quer ir mais longe, aumentando os objectivos em toda a UE e procurando melhorias em toda a cadeia. Estou confiante de que terminará a sua missão e esta plataforma servirá de trampolim para chegar a níveis mais altos da hierarquia de resíduos”. Michel Giannuzzi, presidente da FEVE, salienta que “precisamos de tirar o máximo proveito dos benefícios do vidro e reciclar cada vez mais e para isso, é imprescindível a participação activa de todos os parceiros do ciclo de vida das embalagens de vidro”.

Assim surge esta iniciativa da indústria vidreira que reúne doze federações europeias representando fabricantes das embalagens de vidro, embaladores, municípios, operadores de gestão de resíduos, etc., dos diferentes Estados-Membros, com o objetivo comum de atingir 90% de recolha de embalagens de vidro para reciclagem até 2030, muito acima da meta estabelecida pela Comissão Europeia, de 75% até 2030.

A iniciativa tem como parceiros fundadores: European Container Glass Federation (FEVE), European Federation of Glass Recyclers (FERVER), Comité Européen des Entreprises Vins (CEEV), European Federation of Bottled Waters (EFBW), spiritsEUROPE, Soft Drinks Europe (UNESDA), European Fruit Juice Association (AIJN), Extended Producer Responsibility Alliance (EXPRA), European Association of Food and Vegetable Processors (PROFEL), Producer Responsibility Organisations Packaging Alliance (PROsPA, representada pelo CITEO), ACR+, Eurocities e Municipal Waste Europe.

Ontem, no evento de lançamento online, mais de 200 participantes uniram-se aos parceiros fundadores e representantes industriais de onze países como França, Alemanha, Itália, Polônia, Portugal, Espanha, Reino Unido, Áustria, Bélgica, Suécia e Irlanda, para assistir ao lançamento oficialmente da plataforma e dos vários planos de ação, com diferentes abordagens e personalizados para cada realidade nacional.

Para garantir a implementação local das medidas e soluções personalizadas, a Plataforma Europeia trabalhará diretamente com os parceiros nacionais em todos os Estados-Membros da UE. No caso de Portugal, a indústria do vidro de embalagem, através da sua associação (AIVE) terá como parceiro directo a Sociedade Ponto Verde (SPV) para promover o aumento da recolha selectiva das embalagens de vidro.

“Quanto mais embalagens de vidro usadas forem recolhidas selectivamente, maior será a sua incorporação no processo produtivo de novas embalagens, porque todas as embalagens de vidro colocados no mercado, poderiam ser recicladas, se as conseguíssemos recolher”, refere Sandra Santos, presidente da AIVE. “É assim com grande satisfação que vemos a parceria com a Sociedade Ponto Verde com mais de 20 anos de experiência em Portugal.”

Também Ana Isabel Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde, concorda: “Com todo o investimento em comunicação e sensibilização já realizado, a favor dos bons comportamentos de reciclagem, queremos chegar mais longe nos resultados do vidro de embalagem, acreditando que esta parceria com a indústria vidreira surge como fundamental, para incentivar o aumento das taxas de recolha das embalagens de vidro e fechar assim de uma forma mais eficaz, o ciclo da reciclagem deste material.”