Consumidores elegem marcas mais “verdes”

Consumidores elegem marcas mais “verdes”

A 17ª edição do estudo Marcas de Confiança, cumprindo a inovação desde 2009, dá a conhecer as escolhas dos consumidores no que diz respeito ao Ambiente. No âmbito das questões, 73% dos portugueses diz fazer a separação dos lixos em casa e 76% afirma que tem pontos de recolha perto da habitação, sendo que 66% estaria disposto a fazer uma melhor separação do lixo, se existissem mais pontos de recolha próximos da habitação.

As marcas em que os portugueses mais confiam como sendo mais verdes são:
– Toyota, nos automóveis;
– EDP, nas empresas de serviço público;
– SUMA, nas empresas de tratamento de lixo;

– EDP, nos fornecedores de energia;

– Continente, nos hipermercados;
– Philips, nas lâmpadas e equipamentos de iluminação;
– Quercus, nas organizações/associações ambientais;
– EDP, nos painéis solares,
– Celeiro, nos produtos alimentares biológicos;
– Electrão, na rede de reciclagem de equipamentos elétricos.

Segundo Maria do Carmo Diniz, responsável por este projeto,“o objetivo é medir o grau de confiança que os consumidores depositam nas marcas, e em áreas fundamentais para o país como a política, a economia, ou o ambiente”.

Marcelo Rebelo de Sousa foi apontado como a personalidade política em que os portugueses mais confiam, seguido de António Guterres e António Costa.

Já nas Profissões, a de ‘Político’ foi a que menos confiança registou por parte dos portugueses, com um total de 94% dos inquiridos a referir que confia pouco ou nada nesta profissão, seguido de treinadores desportivos e taxistas, ambos com taxas de resposta acima dos 55%.

A RTP recupera a liderança em 2017, com 35% dos inquiridos a eleger esta estação televisiva como a mais confiável, e também José Rodrigues dos Santos, uma das caras mais conhecidas da estação pública de televisão, distinguido, pelo sexto ano consecutivo, como personalidade de confiança, nas categorias de ‘Jornalista’ e de ‘Escritor’.