Entre julho e setembro o projeto TransforMAR recolheu um total de 5,4 toneladas de plástico

Entre julho e setembro o projeto TransforMAR recolheu um total de 5,4 toneladas de plástico

O projeto TransforMAR, promovido pelo Lidl Portugal e Electrão, em parceria com a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), Quercus, Associação Zero, Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e, com o apoio institucional do Ministério do Ambiente e da Ação Climática, voltou a marcar presença nas praias portuguesas durante a época balnear passada, com o objetivo de sensibilizar os veraneantes para a importância de uma boa conduta ambiental em praia e para os princípios da economia circular – através da recuperação, reutilização, reciclagem e redução do desperdício de materiais plásticos.

A iniciativa esteve assim presente em 15 praias, de norte a sul do país e, fora da época balnear, promoveu oito ações de limpeza, com os voluntários da Brigada do Mar, ao longo de mais de 200 km de costa. O plástico recolhido foi convertido em donativos monetários para apoiar 15 IPSS selecionadas pelas autarquias que acolheram o projeto, refere o comunicado do Lidl.

Para Vanessa Romeu, diretora de comunicação corporativa do Lidl Portugal, “o TransforMAR é um projeto inovador na forma como transforma o plástico recolhido num benefício para a comunidade, numa lógica de economia circular, e os seus resultados têm-se superado ano após ano. Este ano, através da parceria com a Brigada do Mar, conseguimos alargar a abrangência e duração do projeto resultando em mais plástico recolhido das nossas praias”.

Naquela que foi a sua terceira edição, esta iniciativa contou também com a participação da Brigada do Mar, que se associou ao projeto alargando a sua abrangência e duração, permitindo a recolha de resíduos plásticos em outras zonas, que não as concessionadas, fora da época balnear.

Através da disponibilização de um depósito próprio em 15 praias portuguesas de norte a sul do país, para que os veraneantes pudessem colocar os seus resíduos plásticos durante os meses de julho, agosto e setembro, o TransforMAR recolheu um total de 5,4 toneladas de plástico, um resultado que superou os números da edição anterior (2,6 toneladas). Em parceria com a associação da Brigada do Mar, o projeto promoveu ainda, ao longo do ano de 2020, “oito ações de limpeza de praias, numa extensão de mais de 200 km de costa que, com a intervenção de 76 voluntários, permitiram retirar da orla marítima 42 toneladas de resíduos plásticos, quase 80% do total de resíduos recolhidos”, precisa o comunicado.

Assumindo o compromisso de transformar o plástico recolhido num benefício direto para a comunidade e, em resposta aos desafios económicos trazidos pelo atual contexto de pandemia, “o projeto transformou o total das 47,4 toneladas de plástico recolhido em donativos monetários para apoiar IPSS locais nos concelhos das praias onde o TransforMAR marcou presença”. Selecionadas pelas câmaras municipais que têm demonstrado um papel ativo na proteção do planeta, desde a primeira edição do TransforMAR, “15 IPSS irão receber um apoio de mil euros cada, na sequência da valorização de cada tonelada de plástico recolhido, para melhor servirem a comunidade”, revela o Lidl.

Já Pedro Nazareth, diretor geral do Electrão (Associação de Gestão de Resíduos, destaca que “a necessidade de efetuarmos a separação de resíduos, incluído as embalagens de plástico, e de garantirmos seu correto encaminhamento, é fundamental para a proteção do ambiente! O TransforMAR promove esta educação e sensibilização do público, alertando para o impacto dos resíduos nos ecossistemas e habitats marinhos, ao mesmo tempo que desenvolve ações que contribuem para termos praias e um oceano mais limpo. É por esta razão que continuamos a apoiar o Lidl Portugal nesta campanha, que depois de 3 edições de sucesso, é já uma referência nacional na área da sustentabilidade ambiental”.

Também Catarina Gonçalves, coordenadora Nacional do Programa Bandeira Azul, constata que “o TransforMAR é um projeto que vai ao encontro da mensagem de sensibilização, que deve ser amplamente transmitida a todos os utentes das praias, relativa à urgência de alteração de comportamentos que tenham como resultado a reutilização, a reciclagem e, sobretudo, a redução do plástico/metal, difundida pelo Programa Bandeira Azul. Esta é uma iniciativa que desafia os portugueses, não só a recolher plásticos, mas também a entender o peso/impacto das suas ações nos Oceanos e na sustentabilidade do nosso Planeta.”

O TransforMAR contou, pelo segundo ano consecutivo, com o apoio institucional do Ministério do Ambiente e da Ação Climática – que destaca o TransforMAR como um projeto alinhado com os objetivos e prioridades do Ministério em matéria do uso sustentável do plástico, bem como os compromissos assumidos a nível nacional neste contexto (New Plastic Economy Global Commitment, Circular Plastics Alliance, Pacto Português para os Plásticos, European Plastic Pact).