Esposende define prioridades na adaptação às alterações climáticas

Esposende define prioridades na adaptação às alterações climáticas

O município de Esposende promoveu ontem, dia 14, reuniões dos grupos temáticos, constituídos no âmbito do projeto da Comunidade Intermunicipal (CIM) Cávado que pretende capacitar o território de uma estratégia concertada e apresentar propostas de adaptação às alterações climáticas no território da NUT III Cávado.

Estas reuniões tiveram como objetivo ultimar a informação que servirá de base ao memorando final da CIM Cávado e que contribuirá para a definição das medidas a implementar pelos municípios desta área geográfica.

A iniciativa decorre da aprovação da candidatura “Estratégia Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas no território da NUTS III Cávado”, cuja principal finalidade radica na identificação das vulnerabilidades da região e na definição de estratégias de prevenção.

Alexandra Roeger, vice-presidente da Câmara Municipal de Esposende, lembrou que este trabalho prospetivo “é da maior relevância na medida em que, ao envolver representantes dos vários setores da sociedade com responsabilidades diretas e indiretas na gestão do território e dos seus recursos, permitirá a obtenção de um resultado final em que estarão espelhadas as preocupações e as expectativas de todos. É um trabalho colaborativo e de efetiva participação, assente numa ótica de envolvimento e trabalho em rede”.

No final de todo o processo, os contributos serão partilhados pela CIM Cávado e pelos municípios envolvidos junto dos agentes sociais e da população em geral, com o intuito de planear e implementar as estratégias de minimização dos efeitos das alterações climáticas definidas para o território, esbatendo vulnerabilidades e capacitando a população.