Esposende promove debate sobre “Alterações Climáticas e Recursos Hídricos”

Esposende promove debate sobre “Alterações Climáticas e Recursos Hídricos”

Categoria Advisor, Agenda

O Município de Esposende, em colaboração com a empresa municipal Esposende Ambiente, vai promover um seminário subordinado à temática “Alterações Climáticas e Recursos Hídricos”, que irá decorrer nos próximos dias 24 e 25 de outubro, no Hotel Ofir, em Fão, Esposende.

O evento visa a “partilha de informação e de boas práticas, a difusão dos progressos técnicos e a troca de experiências e de metodologias na área da gestão dos recursos hídricos”, num espírito de cooperação entre territórios e no pressuposto de que “todos devem envolver-se neste processo comum de adaptação à nova realidade climática e de que serão muitos os desafios a superar, principalmente no que se refere à gestão da rede hídrica”, pode ler-se na nota enviada à imprensa.

Para o debate estarão presentes várias entidades locais e nacionais, e diversos oradores e especialistas na área dos recursos hídricos e alterações climáticas. O primeiro dia será dedicado ao debate, sendo que no dia 25 serão realizadas visitas técnicas ao Ribeiro do Peralto, em Marinhas, e ao Canal Intercetor de Esposende.

Este seminário insere-se no âmbito do projeto do Município de Esposende “E-Ribeiras: comunicar, divulgar e sensibilizar para as alterações climáticas”, financiado pelo POSEUR, através da medida “Apoio ao Investimento para a Adaptação às Alterações Climáticas”, e cuja implementação está a ser acompanhada/coordenada pela Esposende Ambiente. Enquadrando-se no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, o projeto E-Ribeiras encontra-se focado na participação e envolvimento da população de Esposende como estratégias para uma mais adequada manutenção e valorização da rede hídrica do concelho, com vista à mitigação das consequências das alterações climáticas.

O projeto contempla um conjunto de ações visando a comunicação, a divulgação e a sensibilização da comunidade em matéria de riscos associados à inadequada gestão das linhas de água e inadaptação do território às alterações climáticas, bem como a difusão de boas práticas de atuação tendo em vista a mitigação dos impactos das mesmas. Este projeto dirige-se a um conjunto alargado de partes interessadas, como seja a comunidade educativa, os proprietários dos terrenos confinantes de linhas de água, os agricultores, o setor empresarial, os técnicos e a comunidade em geral.

A participação neste seminário é gratuita, mas carece de inscrição, a qual poderá ser efetuada online, onde está também disponível o programa.