Estação Elevatória de Ouressa ganha nova cores

Estação Elevatória de Ouressa ganha nova cores

“Água: a fonte da vida”. Esta é a mensagem do trabalho de ilustração que, por estes dias, dá novas cores à Estação Elevatória de Ouressa, em Mem Martins, instalação dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra (SMAS de Sintra) situada paredes-meias com o recinto da Escola EB2,3 Ferreira de Castro.

Palco de inúmeros ‘tags’ e graffiti ilegais, a Estação Elevatória de Águas de Abastecimento de Ouressa assumiu-se como o ponto de partida para um trabalho do designer e ilustrador Vasco Costa, de 36 anos, que cresceu em Rio de Mouro e reside atualmente em São Pedro de Sintra e já conta com várias obras em paredes da área urbana do concelho de Sintra.

O trabalho arrancou na última semana de julho e decorreu ao longo do mês de agosto, sempre à sexta-feira, mas contou com protagonistas muito especiais: crianças e jovens, com idades compreendidas entre os 6 e os 14 anos, do Programa “Diverte-te Comigo-Verão’21”, dinamizado pela Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins (JFAMM). Durante as manhãs, Vasco Costa delineava o desenho nas paredes, “quase como um livro de colorir”, e à tarde, sempre com a supervisão do artista, os petizes pegavam nas latas de spray e preenchiam os vários cantos com uma multiplicidade de cores.

Por se tratarem de instalações relativas ao abastecimento de água, as ilustrações centraram-se na importância da água para a vida, por um lado com o desenho de uma fonte e, por outro, com o indispensável contributo do precioso líquido para frutas, legumes e flores. “Sempre com as cores misturadas, para transmitir um lado de brincadeira”, realça Vasco Costa. Alguns metros mais à frente, também um posto de transformação de energia elétrica ganhou um colorido diferente, mas, neste caso, a aposta residiu numa outra vertente ambiental, com pássaros de todas as cores e feitios.

Licenciado em Design Gráfico, foi em Barcelona, onde esteve dois anos a frequentar o mestrado, que Vasco Costa reforçou a vocação de deixar a sua marca à escala urbana, passando o que idealiza no papel para a parede e, preferencialmente, retratando os valores de quem vive em determinada zona habitacional. Algumas das suas obras podem ser vistas no concelho de Sintra, seja num parque infantil em Rio de Mouro ou numa passagem pedonal na Tapada das Mercês.

Sem esconder o gosto por trabalhar com crianças e jovens, como sucedeu em Ouressa e já acontece há alguns anos, Vasco Costa espera que possa despertar algumas vocações, “que não andem por aí a pintar à toa”, mas que o façam de forma pensada e com preocupação de evoluir.

A iniciativa da Junta de Freguesia de Algueirão-Mem Martins contou com o apoio dos SMAS de Sintra.