Europa precisa de 350 mil milhões de euros para desmantelar 91 centrais

Europa precisa de 350 mil milhões de euros para desmantelar 91 centrais

Categoria Ambiente, Energia

O eurodeputado socialista Carlos Zorrinho disse recentemente que o nuclear criou um “problema brutal” à União Europeia, onde existem 121 centrais e adiantou que para desmantelar 91 centrais paradas são necessários 350 mil milhões de euros, adiantou a Lusa. “Na União europeia existem 121 centrais nucleares, das quais 66 já ultrapassaram o seu período de vida e 91 estão paradas. Destas [91] só três foram desmanteladas”, afirmou o eurodeputado em Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco.

Carlos Zorrinho, que participa em Termas de Monfortinho, na conferência “Almaraz: Uma bomba-relógio aqui ao lado”, promovida pela Câmara de Idanha-a-Nova, disse que dos 350 mil milhões de euros para desmantelar as 91 centrais nucleares no espaço europeu, apenas existem 120 mil milhões para esse efeito. “Grande parte das centrais que pararam foi porque as pessoas se mobilizaram. Portanto, é também com a mobilização das populações que temos que abrir espaço para outro modelo energético”, sustentou.

O eurodeputado falou também sobre o acordo entre os governos de Portugal e de Espanha sobre Almaraz, mediado pela Comissão Europeia, para realçar que este “é sobre a construção do aterro de resíduos nucleares e nada mais”.

*Foto de Global Imagens