IKEA dá mais um passo na ambição em tornar os seus serviços de entregas 100% elétricos até 2025

IKEA dá mais um passo na ambição em tornar os seus serviços de entregas 100% elétricos até 2025

Categoria Ambiente, Energia

Começou esta quinta-feira a circular uma nova frota de veículos elétricos para a realização das entregas das encomendas, anunciou a IKEA em comunicado. O primeiro teste em Portugal é agora implementado na área da Grande Lisboa, com o objetivo de alcançar 20% das entregas no país até agosto de 2021.

Este é assim mais um passo da IKEA para alcançar a ambição de tornar os seus serviços de entregas 100% elétricos até 2025, num processo faseado. Desta forma, nesta nova aposta, a empresa em Portugal inicia os primeiros passos através do reforço da sua parceria com a TNB e contará, nesta fase inicial, com quatro carrinhas, lê-se no comunicado.

De acordo com Ana Barbosa, responsável de sustentabilidade da IKEA Portugal, “trata-se de equilibrar o nosso crescimento económico com o impacto positivo no planeta e nas pessoas. É por isso que estamos muito satisfeitos por estarmos a iniciar o nosso caminho neste grande objetivo, contribuindo para o combate das alterações climáticas e a proporcionar um mundo e um futuro melhor, mais verde e mais justo”.

Desde 2007 que a TNB é parceira da IKEA nos Serviços ao Domicílio: “O projeto que agora iniciamos  é muito ambicioso e inovador, sendo que a TNB tem vindo a investir fortemente na forma mais sustentável de fazer chegar os produtos às casas dos consumidores. Ao implementar este projeto com a IKEA, acreditamos que estamos a contribuir para um planeta mais sustentável e positivo”, diz Frederico Beck, CEO da TNB.

A IKEA realiza 50 milhões de entregas por ano globalmente, e 175 mil em Portugal, através do método de entrega ao domicílio. As diferentes restrições devido à pandemia aceleraram o crescimento do e-commerce e a necessidade de realizar entregas ao domicílio está a crescer cada vez mais – assim como a sua consequente poluição, congestionamento e ruído. Apesar dos desafios da pandemia, no ano fiscal de 2020, 9,6% das entregas globais do Grupo Ingka foram realizadas por veículos elétricos e com emissões zero, pelo que a urgência em adotar métodos de entrega mais sustentáveis é, também, cada vez mais necessária.

Até 2025, o Grupo Ingka traçou o compromisso de reduzir para zero todas as emissões provenientes das suas entregas, em todos os seus 30 mercados.