Ilha de Porto Santo candidata à Rede Mundial de Reservas da Biosfera da Unesco

Ilha de Porto Santo candidata à Rede Mundial de Reservas da Biosfera da Unesco

A candidatura da ilha de Porto Santo, na Madeira, à Rede Mundial de Reservas da Biosfera, foi entregue na sede da Unesco em Paris, a 17 de setembro, contemplando um total de 27 mil 310 hectares, de áreas protegidas e áreas da Rede Natura 2000, de Porto Santo.

Com mais de 2110 espécies, algumas exclusivas da ilha, ecossistemas, paisagens naturais e contruídas, consideradas únicas, a “candidatura enquadra-se nas orientações do Programa Man and the Biosphere (MaB) da Unesco, ao qual Portugal está associado desde 1981”, lê-se na nota enviada pelo gabinete do ministro do Ambiente e da Transição Energética. Portugal contribui atualmente com um total de onze Reservas da Biosfera (seis no Continente, quatro nos Açores e uma na Madeira) três das quais estão localizadas em zona transfronteiriça: Gerês/Xurês, Meseta Ibérica e Tejo Internacional.

A iniciativa foi concretizada pela Câmara Municipal de Porto Santo, Direção Regional para a Administração Pública de Porto Santo, Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, Agência Regional de Energia e Ambiente da Região Autónoma e pela Associação Grupo de Folclore de Porto Santo, com o envolvimento da comunidade civil nas diferentes fases de desenvolvimento do processo.

A aprovação da candidatura de Porto Santo representará o reconhecimento da expressão e do trabalho das Reservas da Biosfera portuguesas na Rede Mundial das Reservas da Biosfera da Unesco.