Indaqua atribui bolsa a estudantes da Universidade do Porto 

Indaqua atribui bolsa a estudantes da Universidade do Porto 

Categoria Advisor, Empresas

A Indaqua vai atribuir até 100 bolsas a estudantes com maiores dificuldades económicas. A ação, inserida no plano de responsabilidade da empresa, vai contar com o apoio de instituições de ensino do centro e norte do país. A primeira entrega decorreu esta quinta-feira, 8 de julho, na Universidade do Porto.

O momento foi assinalado com a assinatura simbólica do protocolo de colaboração entre a Indaqua e a Universidade do Porto. As bolsas, de valor correspondente a um ano de propina, serão entregues a estudantes em situação de carência económica provenientes dos concelhos de Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde, onde a empresa opera, lê-se num comunicado.

De acordo com Pedro Perdigão, CEO do Grupo Indaqua, “o desenvolvimento dos territórios onde mantemos atividade é uma das preocupações da Indaqua e sabemos que a educação é indispensável para alcançar esse objetivo. Quisemos, por isso, apoiar jovens destes municípios que estejam a estudar numa das Universidades parceiras, reconhecendo o seu empenho no percurso académico, relembrando o papel que futuramente podem ter na evolução dos seus municípios e ainda apoiando as famílias que, em contexto pandémico, enfrentam dificuldades económicas acrescidas”.

Já António de Sousa Pereira, Reitor da Universidade do Porto, considera que “o reforço do apoio social aos estudantes tem de ser encarado como uma prioridade na promoção da universalidade e da equidade no ensino superior, particularmente, no atual contexto de crise económica e social motivada pela pandemia. Este deve ser um desígnio de toda a sociedade, pelo que esta colaboração entre a Indaqua e a Universidade do Porto é particularmente relevante no comprometimento social do tecido empresarial português”.

A empresa tem promovido ações como a entrega de computadores a estudantes e ainda a doação de equipamentos informáticos e de segurança a instituições de solidariedade social e corporações de bombeiros voluntários dos municípios em que atua, contribuindo para o bem-estar das populações.