Inspeção-Geral do Ambiente cessa atividade na Centroliva

Inspeção-Geral do Ambiente cessa atividade na Centroliva

No dia 4 de novembro, através de uma ação de inspeção realizada pela Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT), foi verificada a descarga de águas pluviais contaminadas, provenientes da empresa Centroliva, sita na área de influência da Bacia do Rio Tejo, em Vila Velha de Ródão, segundo uma nota remetida pelo ministério do Ambiente.

Nos dias 20 e 21 de novembro, foi realizada nova ação de inspeção à referida empresa, tendo a IGAMAOT determinado a cessação compulsiva da atividade de secagem de bagaço de azeitona, desenvolvida por esta empresa, sem que para tal fosse detentora de licença válida.

A IGAMAOT determinou, nesta data, a cessação imediata de toda e qualquer receção e armazenamento de bagaço de azeitona na lagoa junto à Unidade de Secagem, bem como o envio à IGAMAOT, no prazo de cinco dias úteis, de um plano calendarizado de remoção e encaminhamento dos produtos contidos na referida lagoa. Foi também determinado o envio de um plano para remoção de águas ruças (efluente resultante do processo de produção de azeite) contidas num tanque circular e numa lagoa designada por “lagoa quadrada”, assim como a concretização/ implementação, no prazo de 20 dias úteis, das medidas propostas nos planos referidos anteriormente.

À IGAMAOT têm de ser ainda enviados comprovativos da implementação das referidas medidas e do encaminhamento para destinatários autorizados dos produtos referidos no ponto anterior.