Instituto de Meteorologia de Moçambique prevê risco baixo a moderado de cheias

Instituto de Meteorologia de Moçambique prevê risco baixo a moderado de cheias

O Instituto Nacional de Meteorologia de Moçambique (INAM) e outras entidades estatais preveem um risco baixo a moderado de cheias na generalidade do país na próxima época das chuvas, de outubro a março.

A exceção são as bacias hidrográficas de Messalo, Megaruma, Savane, Save e Incomáti onde o risco vai de moderado a alto no primeiro trimestre de 2018, de acordo com os dados divulgados hoje pela imprensa moçambicana a partir de informação do INAM e da Direção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos.

A chuva deverá satisfazer mais de metade das necessidades dos campos agrícolas, sobretudo entre janeiro e março, segundo informação dos serviços de agricultura e segurança alimentar. As entidades estatais recomendam, por isso, sementeiras tardias.